Computadores podem prever a Esquizofrenia com base em como a pessoa fala

S U P R I M A T E C

Um novo estudo descobriu que uma análise de palavras algorítmica é perfeita em determinar se uma pessoa terá um episódio psicótico.

Embora a linguagem do pensamento seja deliberante, “Deixe-me pensar, eu tenho que produzir algum pensamento”, a experiência real de ter pensamentos muitas vezes é passiva. Ideias aparecem como dentes de leão; pensamentos ocorrem subitamente e escapam sem aviso prévio. Pessoas nadam dentro e fora das piscinas do pensamento de uma forma que pode sentir, paradoxalmente, sem sentido.

Schizophrenia,conceptual image Schizophrenia, conceptual image

Na maioria das vezes, as pessoas não acompanham ativamente a forma como os fluxos de pensamento vão de um para o outro. Mas em psiquiatria, muita atenção é dada a esses meandros do pensamento. Por exemplo, pensamentos desorganizados, evidenciados pelos padrões desconexos na fala, são considerados uma marca característica da esquizofrenia.

Vários estudos de jovens em risco descobriram que os médicos são capazes de adivinhar com…

Ver o post original 945 mais palavras

5 pensamentos sobre “Computadores podem prever a Esquizofrenia com base em como a pessoa fala

  1. Essa é uma pequena amostra de como a tecnologia pode ser útil aos seres humanos com algum tipo de distúrbio neurológico, quando eu li ela pela primeira vez achei um tanto complexo, mas na verdade é bem simples o conceito desse estudo, simplesmente as variáveis poderão ser inseridas em um programa de computador com um processamento bem maior do que um cérebro humano, no caso o médico. Obrigado pela republicação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s