Parati

Para ti, deixo os sonhos não realizados

O amor não vivido

O medo que te cala

A culpa que te amordaça

 

E deixo porque nada disso

Jamais foi meu

Tu que és minha

E eu que sou teu.

culpa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s