Felicidade: uma externalidade positiva

A plenitude de nossa felicidade é inversamente proporcional a nossa capacidade de tentar prever ou matematizar o futuro e diretamente proporcional a nossa capacidade de assumir riscos, até mesmo desconhecidos, de braços abertos

3369537

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s