Bonança?

Depois da tempestade

A bonança…

E isso não necessariamente

É motivo de comemoração:

Pode ser apenas

O olho do furacão.*

*Região central de uma forte tempestade tropical, na qual, no entanto, persiste tempo calmo, podendo-se mesmo avistar céu limpo; como figura de linguagem, deve designar um ponto de calma e tranquilidade em meio à confusão, à pressa ou tensão ; contudo, a expressão é frequentemente utilizada, de forma errônea, com sentido inverso; (exemplo de uso incorreto: “o soldado em combate vive no olho do furacão”)
800px-Ike_sept_12_2008_2045Z

Enfrentei este da foto, o Ike, em 2008, enquanto morava no Texas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s