Perdoando e andando

Quanto mais experiente eu fico (ou mais velho, pode até ser), mais eu percebo que grande parte do sofrimento que causamos e sentimos poderia ser plenamente evitado ou minimizado com uma simples conversa após os fatos que desencadearam a mágoa.

Há dias em que não acordamos bem. Há dias que dizemos o que não deveríamos. Há dias que as palavras do outro entram em nossos ouvidos tal como se fossem uma navalha, apesar de não ter sido esse o objetivo. O que fazer, então?

Acho que o primeiro passo é entender os objetivos de quem disse e de quem ouviu o que foi considerado ruim. Quem disse queria magoar? Quem ouviu essa pretensa mágoa quer magoar de volta? Se esse não for o caso, por que não oferecer um imediato e libertador perdão?

Vou ainda mais longe… Comunicação é uma avenida de duas vias. Eu posso não ter a intenção de magoar alguém, mas se essa pessoa se magoou com o que eu disse, creio que é minha obrigação esclarecer o assunto. E vice-versa. Afinal de contas, alguém precisa estender a mão para que o impasse se resolva, sob pena do assunto se arrastar por dias, gerando grande desgaste, sem que haja a menor necessidade disso.

Eu tenho poucas certezas na vida, e uma delas é que não faço a menor questão de estar certo. Eu não preciso disso. Simples assim. Estando eu certo ou errado (não interessa!!!), se eu puder desfazer um mal entendido, por que não? Até porque as pessoas não são iguais, e muitos tem dificuldades de lidar com essas questões, estando certos ou não. Cada vez que perdoamos, também ensinamos o perdão.

Para resumir: estando você certo ou não, se a pessoa envolvida na situação é alguém que você ama, acerte-se com ela. Não! Não há rebaixamento algum quando você dá o primeiro passo. Repito: estar certo ou errado não faz a menor diferença. O importante é o retorno da harmonia.

Talvez esse texto não diga nada para você. Talvez diga muito. Se disser alguma coisa, levante-se da cadeira e vá se reconciliar com quem você ama! O amor não pode e não deve ser abafado por coisas pequenas.

Não espere um pedido de perdão para perdoar! O perdão pode e deve ser proativo. Seja grande e ajude quem você ama a ser também!

peco_perdao_meu_erro_amor_reconquistar

2 pensamentos sobre “Perdoando e andando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s