A fusão

Quando começamos a fazer as perguntas necessárias, começam a aparecer as derradeiras respostas.

Como me achar ao me deparar com você em mim? Encontrarei-me em você?

Sim. É assim no amor. E vice-versa. Se atraem aqueles que procuram as mesmas coisas. Se completam em suas necessidades. Fundem-se. Não confundem-se. Transcendem.

O amor é isso e muito mais, ao ponto da razão não ser capaz de explicar que nele não há razão, pois ao mesmo tempo há!

Sendo assim, não o defina como quimera. Se não fosse para ser, já era. Aceite e aproveite se for capaz de desfrutar do que não sabia que poderia existir.

O amor é assim… Descacetante!

15708280_UcbYH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s