Indo…

Vou de barco

O mar de alguma forma simula

O vai e vem quando estou dentro de ti

E aninhado em teus braços

 

Vou de avião

Para sentir aquele frio na barriga

E ver nas nuvens que vão do magenta ao cinza

Os mil tons de convites que exalam do teu corpo nu

 

Vou de trem

Quer seja em vagarosa e vigorosa Maria Fumaça

Ou um dilacerante e retumbante trem-bala

Dependendo do trajeto, da paisagem, do momento

 

Vou de carro

Para que no meio dos engarrafamentos

Eu sinta e aprecie todo tormento

Das nossas torturas autoinfligidas e para lá de lascivas

 

Vou de bicicleta

Para manter o equilíbrio necessário

E manter-me firme no nosso caminho

Nos momentos de amor cintilados de espinhos

 

Vou a pé

No calor extenuante do verão

Para sentir e ver na alma, no corpo e no coração

O calor que só a tua presença agiganta e agita

 

Mas não vou a lugar algum

Já não preciso mais ir

Preciso mesmo é estar aqui

Onde todos caminhos me levam invariavelmente a ti.

abrac3a7o

Dentro do supermercado

– Nossa… Você se parece tanto com meu filho que faleceu…
– Olha só, minha senhora… Eu já recebi esse golpe no WhatsApp. No final, a senhora sai falando que sou seu filho e eu tenho que pagar por suas compras. Portanto, não perca seu tempo comigo.

Com os olhos marejados, a senhora abre a carteira e mostra a foto do filho.

– Como eu disse, esse é meu filho. Só que ele não era sem educação como você.
– A senhora me desculpe, pelo amor de Deus! Não quis ser grosseiro. É que eu vi esse negócio no WhatsApp…
– Quer dizer que você acredita em tudo que lê na Internet?
– …
– Tchau!
– Espera… Vamos fazer o seguinte… Vamos recomeçar? Eu ando em direção a senhora, e a senhora fala novamente sobre seu filho…
– VAI À MERDA!

Engoli em seco. Fui um troglodita com a senhora. Senti-me a pior criatura do mundo. Enquanto eu era consumido pelo arrependimento, a senhora desapareceu.

Fiquei meio desnorteado e saí do mercado. Enquanto saía, percebi que ela estava pagando por suas compras. Sem pensar 2 vezes, lembrei que o mercado vendia flores. Peguei o primeiro buquê que vi, “furei” o caixa de quem compra menos de 15 volumes, e ainda consegui encontrar com a senhora na saída.

– São para a senhora. Posso ser menos educado que seu filho, mas tenha certeza que as ofereço de coração e em nome dele se Deus assim permitir. Aceite minhas mais sinceras desculpas.
– Gustavo era o nome dele. Muito obrigado, meu filho!

Nos abraçamos. Eu chorei. Ela chorou. Ao fundo, ouço a voz de um dos funcionários do mercado.

– Tá doido para comer a velha! Ela deve ter dinheiro!

contos-de-fadas-tricae

Presenças e ausências

Sabe quem não estava do meu lado na ceia de Natal e que deveria estar? Ninguém!

Aprendi a celebrar as presenças e não as ausências. Essa foi a minha maior lição no aniversário do Cristo. SEMPRE estamos com quem devemos e onde devemos estar, e tudo que precisamos para a nossa felicidade orbita ao nosso redor. Não é preciso fazer força ou insistir… Deus sabe de todas as coisas, inclusive do que precisamos aprender e vivenciar.

A vida é um grande exercício para a nossa fé. Um ótimo Natal para todos!!!!!

frases-de-deus

Tudo que não disser poderá e será usado contra você

Estamos acostumados a ouvir o “tudo que disser poderá e será usado contra você”.

Garanto que o que não foi dito também, entretanto, também poderá e será usado contra você. Não em tribunais. Não em rodas de amigos. Usado contra você pelo tempo, pela saudade, pela ausência, na forma de chances perdidas, sonhos não realizados.

E vai ficar aquela rombo no peito e a saudade mais amarga de todas: saudade do que nunca foi vivido e de tudo que poderia ter sido.

Incurável. Dilacerante.

aba

Neste Natal

Não presenteie

Seja presente

Não ouça

Escute

Não fale

Declare-se

Não mande entregar

Entregue-se

Não esteja

Seja

Não fuja

Assuma

Não espere

Seja esperança

Não precise

Seja necessário

Perdoe

Seja perdão

Sorria

Faça sorrir

Chore

Enxugue lágrimas

Não espere

Avance

Não minta

Sinta

Arrisque

Alcance

Erre

Siga adiante

Caia

Levante-se

Perca-se

Encontre-se

Ame-se

Entregue-se

Seja sincero

Confronte-se

Não seja saudade

Seja presente lembrança

Não ame pela metade

Seja a diferença na vida de quem você ama

E que acima de tudo, neste Natal, você viva e sinta em abundância.

A vida é muito curta para que não ser curtida.

1

Save

Anatomia

Seja

Seja minha

Quero escrever

Um novo tratado sobre

Anatomia

 

Por eu não ser especialista

Espero que não desistas

Talvez leve tempo

Mais tempo do que o necessário

Infinitas eternidades – talvez

Já imaginou o trabalho

Só para parir tal glossário?

 

Até porque sou detalhista…

Não quero só mais um livro

Quero algo digno de um artista!

Dos pés e a teus pés no início

E do fim voltando ao princípio

Em um ofício inevitavelmente sem fim

 

Então

Dispo-te sereno

A esse trabalho me condeno

Quero detalhar os detalhes

Sentir e tocar teus entalhes

Curvas e mais curvas…

Estradas, avenidas…

Vida que se faz presente

Presente que faz parte da vida

 

Ah…

A Anatomia!

Pela ciência

E em nome da ciência

Todos os dias

E como cientista

Aviso-te:

És a minha maior descoberta e conquista!

 

Não, não sou um vigarista

Sou só o toque

O choque

O princípio

Sem fim

Teu Sul

Teu Norte

Sou a tua sorte

E muito além da morte

És a minha vida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

6

Desavergonhado e otimista

Eu sou um desavergonhado

Que ama incondicionalmente

E que genuinamente se preocupa

Com a dor que o outro sente

E que até mesmo esquece sua própria dor

Para cuidar da dor de quem se mostra indiferente

 

Eu sou um desavergonhado

Que escreve poesias para quem não as lê

Que faz do papel uma espécie de confessionário

Tornando-se óbvio, simples de se ver

E que ainda assim se torna culpado

Por pedir ajuda para ao outro entender

 

Eu sou um desavergonhado

Que aceita que confundam a minha bondade

Com algum tipo de fraqueza

E que quer para os outros a felicidade

Ainda que seja retribuído com aspereza

O meu coração faminto e dorido de saudade

 

Mas acima de tudo sou um otimista

Que acredita que o amor com amor se conquista

Que dá mesmo sem nada receber

E que se regozija no plantio altruísta

Na certeza de que colheita maior não há

Do que ser do amor um eterno protagonista.

o-amor-nao-faz-o-mundo-girar-o-amor-e-o-que-faz

Apertem os cintos!

E a comissária de bordo me disse:

“Teríamos que despachar como bagagem

O teu coração

Não cabe nada daquele tamanho

Dentro deste avião.”

 

Ao que respondi:

“Ele é grande – fato

Mas não precisaria sequer embarcar

Ele tem asas, vontade própria e já se foi

Só me pediu para o acompanhar

Acima de tudo, entretanto e contudo

Eu vou com tudo

Pois sem ele

Nem vida em mim há.”

bcdc6d02779303c158cab0ad7c2732c5

Chuva-me!

Se é para chover

Que chova-se!

Que minha alma seja lavada

E que o frescor da minha face molhada

Abrande minhas salgadas chagas trovoadas

E que nas curvas dessa infinita e eterna estrada

Entre uma ou outra eventual derrapada

Eu fuja dos atalhos que me conduzem ao nada.