Caleidoscopização

Há algo neste teu olhar

Que me faz ficar te olhando

 

E de tanto te olhar

E teus olhos buscar

Cego fui ficando

 

Já não tenho olhos

Para mais ninguém

E mesmo sem te ver –

É fato –

Estou te amando

 

Caleidoscopizaste minha vida

Refletiste minha alma

 

Hoje,  sou fractal de mim

História sem fim

Mutatis mutandis

coracao-intuicao-estudos-cientificos

Ouvindo o silêncio

Silêncio, dentro de mim.
Sua voz que tanto me dizia,
Que em acordava, me benzia,
Se foi, junto com você,
No último dia que pude ouvir.

Ficaram as palavras mudas,
De quem jurou, prometeu, se entregou,
Amou, seduziu, gozou,
Que fim tudo isso levou?
Não sei, embora precise saber,
Tudo se silenciou.

Sou silêncio agora,
Pois já disse tudo que podia,
Tudo que havia, tudo que sentia,
Nunca, nunca, hipocrisia,
Tudo verdade, tudo perfeito,
O que eu tinha como meu grande direito,
Se apagou, se emudeceu.

Ouço apenas o cantar dos pássaros,
Que levam e trazem minha saudade,
Reafirmam a minha dignidade,
E me mostram em seu vôo
A liberdade, para ir e vir,
Encontrar meu caminho,
Entre pedras e espinhos,
Minha vida, meu prazer.

E mesmo que eu fizesse muita força,
Você, minha boneca de louça,
Se quebrou, se partiu.
Ninguém, ninguém sorriu,
E o mundo imaginou
O que você nunca admitiu:
Quando você se foi, silêncio,
Dentro de mim,
Mas muito mais dentro de você.

livro-direito-silencio

Homem (quase) perfeito

December 28, 2016 at 12:35pm – via Facebook

Ontem, falei das mulheres peludas. Houve protestos. Tentaram invadir a minha casa. E tudo isso porque não falei que os homens devem ser cuidar também. Vou elaborar uma lista com algumas recomendações.

1 – Cuide do seu hálito. Escove os dentes. Vá ao dentista. Vá ao gastro. Boca de bueiro é sacanagem! Isso também vale para chulé e outros odores “inusitados”.

2 – Não peide perto da sua mulher. Em hipótese alguma. Afaste-se. Peide perto da mulher dos outros. Da sua, não. Agora, se a sua peidar, peide junto e riam muito!

3 – Tome banho! SEMPRE! Cagou? Tome banho. É importante. Lave os países baixos. Mude de cueca. Use perfume, desodorante. Difícil entender isso? Ah! E não se esqueça de lavar o umbigo também.

4 – Faça a barba ou mantenha a barba devidamente aparada. Não seja uma Claudia Ohana facial. O mesmo vale para o cabelo.

4.1 – Um homem com o cabelos saindo do nariz e das orelhas marca presença. Só é possível olhar para aquele cabelo no nariz e para as orelhas desse indivíduo e sua respectiva pentelhada. Livrem-se disso, pelo amor de Deus!!!!

5 – Corte as unhas das mãos e dos pés. Você pode até curtir unhas grandes, principalmente a do dedo mindinho para tirar cera do ouvido, mas veja bem… Isso é um problema seu! Ninguém é obrigado a conviver com isso!

6 – Use roupas de baixo compatíveis com algo minimamente sedutor. Esqueça cuecas rasgadas e freadas. Pelo amor de Deus! Renove a sua frota de cuecas!

7 – Seja um cavalheiro. Toda mulher gosta de ser tratada como uma dama. Ela pode negar, mas ela gosta. Fato!

8 – Seja romântico. Dê flores, presentes. Demonstre que você se importa com os sentimentos dela. Demonstre que você quer fazê-la feliz. Aliás, peça o feedback dela. Muitas vezes, pequenas mudanças de atitude podem fazer uma diferença imensa.

9 – Lembre-se que quando vai para a cama com a sua mulher, você não está sozinho. Você tem expectativas e ela também. Atenda as expectativas dela primeiro. Você não vai se arrepender disso.

10 – Evite jargão de pedreiros. Não. As mulheres não se excitam com isso. Uma coisa é na hora do “vamos ver” usar palavras mais fortes (com a permissão dela, claro), mas dar uma de pedreiro o tempo todo, não dá!

11 – Lembre-se que por mais forte que ela seja, ela continua sendo uma mulher. Mulher e homem são dois bichos diferentes. Não a trate como seu brother. Ela não é seu brother. Ela é sua mulher.

12 – Deixe-a sair com as amigas/amigos. Saia com seus amigos/amigas. Não anule-a. Não se anule. Essa distância temporária é super saudável. Dá saudade. Fique genuinamente feliz quando ela estiver feliz. Demonstre isso. Aprenda a se sentir assim. Não finja.

13 – Aceite os amigos dela! Transforme-os em seus amigos! Não seja um babaca inseguro!

14 – Ainda que não gosta da família dela, por qualquer motivo que seja, é a família dela! Trate-a bem, sempre com muito respeito. Perdoe e releve intrigas e fofocas. NÃO EXISTEM FAMÍLIAS PERFEITAS! E sim… Aproxime-a de sua família. Por que não? Faça com que ela se sinta realmente parte da sua vida.

15 – Todo homem que é genuinamente um cavalheiro, teve bons exemplos. Se você não sabe como se comportar, procure ajuda com quem sabe. É algo que vai te fazer bem e consequentemente deixar a sua mulher mais feliz.

16 – E para finalizar… Seja engraçado. Seja bom de conversa. Não saiba só de futebol. Saiba das coisas dela também! Mas não force a graça ou o interesse. Seja assim porque você vive de maneira leve e bem humorada. E seja porque com o passar dos anos, o pau cai, o peito cai, e o que fica é justamente isso: a sua essência. Faça com que sua mulher sinta falta não do marido ou do namorado, mas do homem, do companheiro que você é.

Faltou alguma coisa?

mulheres-esperando-pelo-homem-perfeito

Sonhos

Faço de minha vida um livro aberto,
Pois de ti sempre estou certo.
Palavra por palavra, ato por ato,
Disfarçando minha dor, meu cansaço,
Revelo cada dia mais meu amor.

Se fui cego, agora vejo,
Na solidão, meu desejo
De me superar, me redimir,
De viver tudo o que é bom
De te viver sempre, mais forte
Mais dona de si, como sempre te quis.

Nas coisas mais simples da vida
Nas esquinas, ruas, avenidas
Percebo a razão de tudo
De todo tempo que não foi em vão
E nas batidas do meu coração
Teu sorriso, tua estrela brilha.

Que Deus faça de mim, desse homem,
Que te quer muito mais do que feliz,
Que sempre, sempre te quis,
Poço de sabedoria,
Para suportar nossa cama tão vazia
Quando chega a hora de dormir.

E que Deus também dê razão,
E força as coisas do coração,
Pois não receber e viver
O teu, nosso amor,
É viver em um vazio,
Onde a felicidade não se encontra,
Onde os anjos choram e nos questionam,
Pois sabem que podemos ser tudo,
Muito mais do que um casal feliz.

significado-sonhos

Terça-feira é dia de promoção no Domino’s!

E lá fui eu pedir minhas pizzas. Pague um preço absurdo por uma e leve duas, de maneira que o preço fica justo. Pedi, disse que ia pagar com cartão, e fiquei esperando. Chegou antes do prazo previsto até. Mas não é esse o foco.

Niterói, a cidade sem prefeito, está sendo consumida pelos mosquitos. Aliás, ela é regida por mosquitos. Há mosquitos em todos os lugares. Vários deles são ninjas e alguns resistentes até mesmo a uma explosão nuclear. Lembro-me de um filme que retratava as baratas como as únicas sobreviventes de um holocausto nuclear. MENTIRA! Tenho certeza que seriam os mosquitos. E pior… Por conta da radiação, sofreriam algum tipo de mutação e seriam dantescos! Tenho certeza que no Nono Círculo do Inferno de Dante há muitos mosquitos, muito embora isso nunca tenha citado abertamente pelo autor.

E eis que chega o entregador de pizza na porta de minha casa, sendo que eu sei que vários mosquitos sempre se aglomeram por ali para dar o bote naquele horário. Fiquei na dúvida se eu deveria abrir a porta ou não. De fato, por alguns momentos achei que deveria deixar o entregador ser devorado por aquelas feras para que elas, mais lentas, fossem menos letais após eu abrir a porta. Desisti da idéia e peguei uma raquete daquelas que eletrocutam insetos voadores. A fome falou mais alto.

Abri a porta já agitando a raquete. O entregador se assustou, claro. Era nítido nos olhos dele que eu era, no mínimo, muito doido. Vi-me assim nos olhos dele e não me importei. Ele me entregou a máquina para passar o cartão de crédito, e eu percebi que tinha que parar de agitar a raquete para pegar meu cartão e digitar a senha. QUE DESESPERO! Como eram petistas os tais mosquitos! Dei mole e um esquadrão entrou pela minha casa. Não digitei a senha e fui atrás deles. O entregador continuou esperando com a cara mais “WTF???” que eu já vi na vida. E para evitar vergonha maior, desisti dos mosquitos, digitei a senha, peguei as pizzas, me despedi do entregador e parti para o corredor. Querem sangue? Que assim seja!

Tranquei-me do lado de fora do apartamento com os mosquitos. Tirando o fato de eu não ser Jedi e os mosquitos não serem Storm Troopers, foi uma batalha digna de ser transmitida pela TV. Os mosquitos sendo dizimados pela minha raquete… Aquele cheiro de churrasco impregnando o ar. Mosquitos queimados lembram churrasco, falando nisso. De alguma forma, cada mosquito morto representava um espécie de troféu, ainda que levemos em consideração que mosquitos são infinitos. Não importa se você acredita ou não. Mosquitos são infinitos. Alguns, inclusive, ressuscitam. Nunca duvide disso.

E a pizza? Bom, a pizza estava boa. Mas e o tal do esquadrão que falei que invadiu a minha casa? Batalhei com eles comendo pizza. Tenho certeza de que não matei todos, mas alguns deles jamais poderão ter filhos. Aliás, a grande verdade é que as fêmeas que atacam, e acabei de chegar a conclusão que, na forma humana, elas são conhecidas como “feminazis”. E isso explica o porque de eu fugir delas sempre!

Da próxima vez, vou fazer essa cena toda antes do entregador chegar. Ele pode até não ter entendido o que aconteceu, mas fato é que sabendo desses mosquitos petistas na porta da minha casa, doidos por alguma espécie de pão com mortadela, não posso desistir sem lutar. Seria decretar o meu próprio fim.

mosquitos-aedes-aegypti-1449085758031_956x500

Adeus

Se tu leres o que escrevo,
Saberás que é para ti
Esse polido e fiel recado,
Notório, mas nunca por mim revelado,
Escrito com o puro sangue
Que jorra de minha cruz sem peso.

Que se diga, portanto, toda verdade,
Este jugo ao qual me submeto,
Esta poesia que canto ardentemente,
No centro de qualquer esquecido coreto,
Faz de meu corpo sacro púlpito,
De onde todos meus pecados confesso.

E se com lágrimas profanas,
Minha dor eu manifesto,
Reservo-me o direito de querer,
Muito mais do que te quero,
Que todos os meus desvairados devaneios,
Por ti e em ti se encerrem.

Não te direi adeus jamais,
Um louco não carece de loucura,
Simplesmente peço que te vás,
E com tua empáfia procure algures,
Outro coração que possas empalar,
E que tua redenção, não obstante, procures.

0

Sangrando – Gonzaguinha

Eis uma música que eu gostaria de ter feito…

“Sangrando”
(Gonzaguinha)

Quando eu soltar a minha voz
Por favor entenda
Que palavra por palavra
Eis aqui uma pessoa se entregando

Coração na boca
Peito aberto
Vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida
Que eu estou cantando

Quando eu abrir minha garganta
Essa força tanta
Tudo aquilo que você ouvir
Esteja certa
Que estarei vivendo

Veja o brilho dos meus olhos
E o tremor nas minhas mãos
E o meu corpo tão suado
Transbordando toda a raça e emoção

E se eu chorar
E o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante
Que o teu canto é a minha força
Pra cantar

Quando eu soltar a minha voz
Por favor, entenda
É apenas o meu jeito de viver
O que é amar