Vida sem rodinhas

Tem gente que acha que amor é doença, que felicidade é ilusão, que arriscar não é permitido, e que a idade e os compromissos são um impeditivo para viver. Tem gente que tem medo de não estar no controle, de flutuar, de borboletas no estômago, de sorrir sem motivo, de sonhar o até então impensável…

Eu? Eu não acho nada. Sei que a vida colocará em meu caminho o que for melhor para mim. Eu simplesmente acredito na minha capacidade de atrair o que é melhor e que nada acontece por acaso. Felizmente, eu já aprendi a viver sem rodinhas. E quando a gente aprende, nunca esquece.

tirando_as_rodinhas_da_bicicleta

9 pensamentos sobre “Vida sem rodinhas

  1. Que linda reflexão! Acho que preciso aprender a andar sem rodinhas em alguns aspectos. Faz uma semana que assisti uma peça em que o personagem principal dizia ”o amor é doença”, isso me assustou, pensei logo ”e se for?”. Acho que aprender a não usar mais as rodinhas vai me ajudar a entender que o melhor sempre vem. Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s