De borla

Vem!

 

Não hesita

Nem desista

Insista

Seja figurinista

Da sua própria vida

 

Vem!

 

E chega

Fica

Facilita

Não complica

Coloca tempero em sua vida

 

Vem!

 

Segura

Madura

Remova a armadura

Com brandura

Entregue-se para a vida

 

Vem!

 

O tempo é agora

Toda hora é hora

Depressa

Sem demora

Momento de viver a vida

 

Vem…

Porque o amor e a felicidade aqui

Abundam, transbordam, inundam:

São de borla.

2349058136

7 pensamentos sobre “De borla

  1. A indicação de colocar tempero na vida me lembrou do poeta popular Arlindo Cruz:
    Bota dendê no meu caruru
    Bota dendê no meu vatapá
    Eu quero ver o caldeirão ferver
    Põe pimenta pra arder
    Já mandei botar dendê

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão desativados.