Nunca mais

Hoje, eu te abracei

Não, você não estava aqui

Mas o vento fez questão

De me banhar com teu perfume

 

Fechei os olhos e abracei

Os quatro cantos da minha memória

E lá estava você

Onde sempre esteve

Sorrindo para mim

 

Senti teu peito tocando o meu

O calor da tua pele

As borboletas no teu estômago

A saudade tornando-se presença

O coração batendo forte

Poesias declamando

Flores de toda sorte

E a vida cantando:

Você… Você… Você…

 

E mais do que nunca

Tive você presente

Na minha mente

No corpo

Na alma

Não, você não me completa

Mas me faz ter sentido

 

E nesse abraço

A lágrima seca eu engulo

O aperto na garganta eu disfarço

E entrego-me como da primeira vez

Como sempre foi

Como é

Em você eu me faço e refaço

 

Ah! E o vento…

Que do teu perfume abusou demais

Mostrou-me que nunca é tarde

E quem sabe nessa vida fugaz

Eu ainda tenha muito tempo

Todo tempo que me resta

Para te abraçar

E ficarmos de uma vez por toda em paz

Para não dizer adeus nunca mais

Nunca mais.

 

fotos-pre-casamento-praia-paracuru-23

27 pensamentos sobre “Nunca mais

  1. Sabe, tudo o que escrevera é tocante, mas o “adeus” ah…esse ai doeu em mim no momento em que o li, porque lembrei que tive que deixar ir o grande amor da minha vida e comigo só ficou a dor desse adeus e a saudade que me faz lembrar sempre…E eu sempre achando que tem muito tempo para acreditar… com essa vida tão fugaz.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s