Elixir da vida

O que eu dou de bom

Sem esperar nada em troca

É que me define

É o que de mim ao outro toca

 

E quando alguém percebe isso

E me sorri com os olhos de volta

Muito mais ainda ao outro toca

Posto que este é o elixir da vida

Quando esta não mais está morta.

1 MaEreFhvnnjSULbRPcahEg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s