Vôo cego

As pernas –

E que pernas! –

Enlaçam-me em vôo cego,

Sem destino ou pretensão.

Deixo-me ir…

Não me culpo:

Acabei por dizer que sim

Depois de tanto ouvir que não.