Hourglass

When I think about our time
I end up thinking about an hourglass
With the sand following its course
Driven not by its will
But by gravity:
The most inexorble force

And I think of me as the sand
Going back and forth
Going around any obstacles
Against all odds
Circumventing will and wonts
As long as gravity keeps pulling me

But what if the hourglass breaks?
What if time fails us?
Will you be able to hold me still?

You won’t, my dear…
You won’t

As I am sand
I will have to follow my destiny
My fate right through your fingers:
Though I wanted to be in your hands

So, take care of our hourglass
Take care of our time
Take care of us
You’d better beware.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.