Cappuccino

Eu também tenho medo
E isso é um segredo
Só para você

É que quero tanto
O teu aconchego
E aí, então
Eu fico com medo
E isso é um segredo
Só para você

Vai que dá tudo certo
Ter você por perto
E eu de peito aberto
Sorrindo com o coração

É que quero tanto
O teu desassossego
E aí, então
Eu fico com medo
Mas isso é um segredo
Só para você

Vai que sua cor de cappuccino
Eu já não sou mais um menino
É você meu último destino
E eu nao vou poder dizer não

É que quero tanto
O teu beijo e teu dengo
E aí, então
Eu fico com medo
Mas já não é mais um segredo
Só para você
(nem para a torcida do Flamengo).

8 pensamentos sobre “Cappuccino

  1. Muito bom! gostei da quebra do final, veio um texto rimado, falando em coisas sérias, coisas atemporais como os sentimentos e relacionamentos e termina numa quebra de toda a “seriedade” com bom humor, muito bom, é como rir de si mesmo, gosto disso, por mais apreço que tenhamos aos nossos textos, ambições etc, não podemos nos levar somente a sério. Parabéns!!

    Curtido por 1 pessoa

    • É curioso isso, porque quando escrevo não me dou conta de nada disso. Mas, como diria um amigo meu, feliz é o homem que consegue rir das suas próprias tragédias! Não que seja o caso, mas… Se até a torcida do Flamengo já sabe, é porque é verdade. Abraços e obrigado pela visita. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.