Vim trazer verdades 23

Todos nós temos histórias tristes para contar, até mesmo os que são felizes. Porque não são as nossas histórias que definem se somos felizes ou não, mas sim como nós contamos (até para nós mesmos) essas histórias.

Saint Patrick’s Day e Heineken

Sempre fui o maior propagandista da Heineken, até mesmo quando ela não era conhecida no Brasil. De alguma forma, a bendita holandesa tinha conquistado o meu coração, e como eu viajava muito mundo afora, tinha virado meu padrão de cerveja, que eu pedia sem surpresas em qualquer lugar que fosse.

Observação: Me arrependo muito de ter feito tanta propaganda. No início, por volta de 2010, meus amigos odiavam. Achavam amarga demais. Hoje em dia, todo mundo só quer saber de Heineken e o preço dela disparou no Brasil. A Heineken virou uma espécie de “cerveja ostentação”. Há gente, inclusive, que bebe Heineken sem gostar de Heineken. Vai entender…

E lá estávamos nós, eu e ela, bebendo Heineken em um Saint Patrick’s Day. Estávamos no Madero, que oferecia chopp da Heineken e da Amstel (que também é da Heineken). Sem a gente se dar conta, uma equipe da Heineken chegou até o Madero para distribuir brindes nesse dia, o que faz todo o sentido por conta da Heineken ser uma “cerveja verde” (as latas e garrafas são verdes).

Conversa vai, conversa vem (não faltava entusiasmo, assunto e nem vontade de estar ali), e percebi que havia uma fotógrafa batendo fotos de nós dois. Era uma fotógrafa da equipe da Heineken. Fui até ela para perguntar o motivo das fotos, e ela me disse que seriam usadas no site oficial da Heineken no Brasil para falar da campanha que eles estavam promovendo.

– Olha, infelizmente você não vai poder usar essas fotos…

– Mas por quê? – a fotógrafa me perguntou surpresa.

– É que trabalhamos na mesma empresa… Não é algo que queríamos deixar exatamente público…

– Nossa… Mas vocês estão tão animados e formam um casal tão bonito… Uma pena… – e começou a apagar imediatamente as fotos de sua câmera profissional. Estava visivelmente frustrada.

Não cheguei a ver as fotos. Eu mesmo fiquei triste com o pedido que precisei fazer. Não queria, mas nem sempre a vida é como a gente quer. Mesmo assim, saímos cheios de brindes da Heineken do Madero. Definitivamente, uma noite especial.

E por que estou contando tudo isso?

1) Para que conheçam o Saint Patrick’s Day – mais detalhes aqui.

2) Para dizer que a Heineken continua sendo a cerveja não artesanal que mora em meu coração.

3) E para contar que quando você está feliz, as pessoas percebem. A nossa aura muda de alguma forma. Ficamos iluminados por assim dizer. Contagiamos os outros. Viramos até modelos por conta disso. 🙂

Bebam com moderação e em casa (nada de festinhas e bares por conta da pandemia). E, sobretudo, sejam felizes! Transbordem felicidade! O mundo fica muito melhor assim.

Cheers!

Limites

Sejamos claros:
Não é porque você não os tem
Que eu não os tenho

Tire seus sapatos –
Limpes suas patas –
Antes de adentrar na minha vida

Se for para chegar
Que chegue leve, suave
Cheirosa, aquosa
Despreocupada, apaixonada
Completamente nua
(minha e sua – nossa)

Não, não são entraves
São só limites.

Dia Internacional da Mulher – 2021

É o dia de chover no molhado. Ou, pelo menos, deveria ser.

As mulheres precisam e merecem respeito TODOS OS DIAS. Respeito pelo que são, pelo que querem, pelo que não querem. Respeito pelo seu direito de dizer sim ou não. Respeito de verdade. Nada de respeito condicionado a aceitar normas e regras impostas pela sociedade. Respeito enquanto seres únicos. Respeito enquanto indivíduos.

A masculinidade frágil acredita que vai resolver isso com caixas de bombons e flores em um só dia. Não vai e é bom que seja assim.

Antes de estufar o peito e dar parabéns a uma mulher pelo dia de hoje, reflita como você é com as mulheres todos os dias. Caso contrário, você está celebrando hoje apenas o Dia Internacional da Hipocrisia.

Hell Is For Children – Pat Benatar + Sara Loera

PREVENT AND STOP CHILD ABUSE!

Hell Is For Children

They cry in the dark
So you can’t see their tears
They hide in the light
So you can’t see their fears
Forgive and forget
All the while
Love and pain become one and the same
In the eyes of a wounded child

Because hell, hell is for children
And you know that their little lives can become such a mess
Hell, hell is for children
And you shouldn’t have to pay for your love
With your bones and your flesh

It’s all so confusing this brutal abusing
They blacken your eyes and then apologize
Be daddy’s good girl, and don’t tell mommy a thing
Be a good little boy, and you’ll get a new toy
Tell grandma you fell from the swing

Because hell, hell is for children
And you know that their little lives can become such a mess
Hell, hell is for children
And you shouldn’t have to pay for your love
With your bones and your flesh

No, hell is for children

Hell, hell is for hell
Hell is for hell
Hell is for children

Hell, hell is for hell
Hell is for hell
Hell is for children

Não entendo…

Não consigo entender como uma partida de futebol ou mesmo a decisão de um campeonato justifiquem as aglomerações em casas e bares. Não consigo. Essas atitudes não tem a ver com os políticos. Tem a ver conosco enquanto seres humanos. Qual bem pode ser mais precioso do que a vida? Discutam política. Encontrem culpados. Esbravejem. Só não se esqueçam de se olhar no espelho. Espero que tenham a coragem de fazer isso.