Educação no Brasil

Pouco se fala da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino médio no Brasil. Por algum motivo, o foco do governo atual e dos anteriores estava/está no ensino superior, que é a ponta do iceberg.

Atacar o sintoma e não a causa não me parece ser algo inteligente. São 3 anos de educação infantil (sem contar com os anos de berçário), 9 anos de ensino fundamental, e 3 anos de ensino médio, para um total de 16 anos (pelo menos), e a “culpa” está no ensino superior, sobretudo nos cursos de Ciências Humanas?

Ainda mais curioso é que esses 16 anos que antecedem ao curso superior são justamente os anos onde se formam os valores do indivíduo, bem como a maneira como ele vê e se relaciona com o mundo e com seus semelhantes. Acima de tudo, é nesse período que se desenvolve a moral e o caráter do indivíduo, ou seja, a sua capacidade de diferenciar intenções, decisões e ações entre aquelas que lhe são distinguidas como próprias e as que são impróprias, e, em última análise, a própria capacidade do indivíduo de diferenciar o bem do mal.

Sim, grande parte desses 16 anos são passados na escola, mas cabe lembrar que não é responsabilidade da escola educar as crianças, mas sim escolarizá-las. O filósofo Mario Sergio Cortella faz uma distinção clara entre educar e escolarizar, sendo a escolarização apenas parte do educar, que na sua totalidade é de responsabilidade dos pais.

Dito isso, parece não restar dúvida que cabe aos pais uma participação ativa na educação de seus filhos que, repito, não é de responsabilidade da escola. Pelo contrário. E assim sendo, me pergunto: quantos pais de fato se interessam pela escolarização de seus filhos? Quantos pais tentam entender as propostas pedagógicas das instituições em que seus filhos estão matriculados, para verificar se os valores da escola estão alinhados com os valores da sua célula familiar? Pela minha experiência, digo que são poucos, realmente poucos. Enfim.

Em suma, creio que o papel dos pais precisa ser repensado, pois é justamente na sua ausência que se proliferam ideias diversas, quer seja para o bem ou para o mal. Não faz sentido esperar frutos bons de árvore podre, assim como não faz sentido confundir sintoma com causa.

A prioridade do Ministério da Educação não deve ser os cursos superiores, mas todo o longo percurso que os antecede. Enquanto não admitirmos que falhamos sistematicamente enquanto país e pais nesse sentido, jamais veremos qualquer progresso ou equiparação com o mundo desenvolvido.

Destemendo-me

Longe da presença dos outros

Diante da minha inevitável presença

Tornaram-se inadiáveis os questionamentos

As razões de ser, de viver

 

Quem sou?

Por que sou?

Por quem sou?

Será que sou por mim?

 

E em meio ao bombardeio de perguntas

Jorram aos borbotões as respostas

E sobre elas pairam dúvidas:

Será que eu mesmo as forneci

Ou será que só as repeti

Como tantas outras vezes fiz?

 

Passou da hora de eu mesmo me conhecer

Por mim

Eu devo isso a mim

É corolário para a plenitude da minha vida

 

Prefiro viver cheio de verdadeiras dúvidas

Do que repleto de falsas certezas

Quero as cartas sobre a mesa

Quero os pés no chão

Quero mudar ou formar opinião

Quero transformar os pesos em leveza

E desfazer todas as ilusões

Estoura-las feito bolhas de sabão

 

Não é possível fazer isso sem dor

Sem definitivamente me responsabilizar

Sem aceitar as coisas como são

Sem perdoar-me e sem pedir perdão

 

Não fui nem tão bom e nem tão ruim

Nas mais diversas situações

Eu simplesmente fui o que sabia ser

E toda essa minha derradeira imperfeição

Aqueceu e acendeu meu coração:

Há muito para conhecer

Muito para desaprender

Muito para evoluir

 

Ainda estou em processo

Não cheguei ao fim

Sequer sei se já cheguei ao começo

Mas, hoje, já posso afirmar:

Um dia, eu já temi a solidão

E só a temia por temer-me.

Mexa-se

Quando cheguei ao topo do monte, pude ver montanhas muito maiores por detrás. Não desanimei. Eu só conseguia ver o monte, e foi por isso que decidi subi-lo. Agora, vou subir montanhas, e só vou subi-las porque um dia eu decidi subir o monte. As montanhas eu simplesmente desconhecia.

Amplie seus horizontes. Comece de algum lugar. A vida só se apresenta em toda sua imensidão quando você estiver disposto a buscá-la. Saia da sua zona de conforto, do seu chão. Nada de novo acontece aonde você está. Mexa-se.

Auxílio Emergencial – COVID-19

Auxílio Emergencial. O nome já diz tudo. É para quem ficou sem renda durante a pandemia. Para quem não sabe e nem sequer tem o que fazer. Para quem não tem dinheiro para comprar remédios, comida. Para quem vê a geladeira vazia, as contas chegando, os filhos chorando… Para quem o futuro parece uma agonia.

Causa-me espanto culparem o sistema por conceder benefícios para quem não precisa, muitas vezes até para pessoas empregadas. Causa-me náusea. Causa-me revolta. Desde quando falhas no sistema podem ser responsabilizadas pela desonestidade, pela falta de valores das pessoas? Desde quando falhas no sistema podem ser responsabilizadas pela essência, pelos desvios de caráter, pelo que as pessoas são?

Que Deus tenha piedade dessas pobres almas que não apertam gatilhos de arma alguma, mas que são incapazes de ter compaixão e empatia pelo seu semelhante. Ao usufruirem do auxílio emergencial sem dele de fato precisar, sangue jorra de suas mãos, ainda que essas pessoas se sintam absolvidas pelas suas próprias hipocrisias.

O problema do Brasil são os brasileiros e não tem sistema que conserte isso.

Dia dos Namorados – 2020

Hoje, é dia de celebrar a união amorosa entre casais, quer sejam namorados, noivos, casados, “ficantes”… Tanto faz! O amor não se preocupa com títulos ou rótulos.

Aproveite ao máximo esse dia! Curta a pessoa que você ama! E lembrem-se que o amor não vive só do Dia dos Namorados. É preciso namorar todos os dias. ❤

Feliz Dia dos Namorados! E não fique triste se não estiver namorando. A sua hora vai chegar. Sempre chega. De onde menos se espera e quando menos se espera. Tenho certeza que Deus está preparando alguém maravilhoso para entrar na sua vida. É só esperar mais um pouquinho… 🙂

Vim trazer verdades 8

O mundo oferece de volta aquilo que você oferece ao mundo. Não é lógico esperar compreensão sem compreender. Esperar empatia sem ser empático. Ser amado sem amar. Há uma relação de causa e efeito no universo que ultrapassa os limites de situações específicas. O bem feito pode retornar de forma inusitada, em uma situação complemente diferente, através de pessoas completamente diferentes. De forma análoga, o mal também.

Portanto, diante de um impasse em sua vida, diante de situações onde você se vê como vítima, procure por outras tantas situações onde você foi algoz. A sua vida, em sua totalidade, é sempre um reflexo direto de quem você realmente é. O universo ignora sumariamente aquilo que você apenas diz ser.

Vim trazer verdades 7

Seus melhores amigos não vão passar a mão na sua cabeça quando você fizer alguma besteira, mas serão os primeiros a ajudar você a sair do lamaçal. Desconfie de quem é só aplausos, porque quando o espetáculo acaba, a plateia vai embora.

Volta às aulas presenciais em 2020? Enlouqueceram?

Só para deixar clara a minha posição com relação à volta às aulas: minha filha de 12 anos só pisará na escola ano que vem. Ponto. Que as escolas sejam inteligentes o suficiente para criarem sistemas híbridos (on-line e presencial). Sugiro que outros pais façam o mesmo. Não é porque temos um presidente louco que vamos trancar 40 crianças + professores em salas de aulas por HORAS. Isso é prejudicial e extremamente perigoso tanto para as crianças como para os professores. Aliás, talvez seja mais perigoso até para os professores por conta da idade.

EDIT 1: Peço que compartilhem esse post. É para o bem de nossas crianças e dos nossos professores.

EDIT 2: Isso não quer dizer não pagar mensalidades em 2020, só para deixar claro. Só que as escolas podem ajudar abatendo das mensalidades os custos variáveis nos quais não estão incorrendo. É questão de bom senso.

Exemplo da França pós “flexibilização”: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/05/uma-semana-apos-reabrir-escolas-franca-fecha-70-por-causa-de-coronavirus.shtml

#VoltaAsAulas