A mature relationship

You are not supposed to be secure in an insecure environment. You are not supposed to handle being pushed aside like you don’t notice it. So, what is happening is the inner part of you is coming and saying ‘This doesn’t feel right!’ But somehow, sociologically, in this unique time period you’ve been given the information that there is something wrong with you for having a reaction. You are supposed to be chill. You are supposed to be cool and whatever happens, happens. And this is not love.

By Susan Winter

This is usually what happens. People do things that make you feel insecure, and when you feel insecure, they use your insecurity against you.

Are we supposed to behave like robots, then? If you notice something is wrong, something that is making you feel insecure, and you don’t try to understand from the other person what is going on, you don’t love that person. Period. Because love is all about understanding and caring. Love is about sharing fears and anxiety, and also about being understanding and compassionate. Love is about rescuing the other when it is needed, just like you would want be rescued when your time comes.

If you notice your partner is acting weird and insecure, a simple conversation like “It seems there is something bothering you… Can we talk about it?” can help. Maybe you will find that there are real reasons for the other person to feel insecure. Bottom line is: stand on the other person’s shoes.

And on the other side of the coin, not doing it and not trying to understand what you are doing to make the other feel insecure, or simply saying “it is always like this” is immature. Refusing to talk about the issue won’t help either. Actually, refusing to talk about issues in general or giving the silent treatment when the other person needs to talk is a passive aggressive type of control, and a very immature and humiliating way to avoid dealing with daily life issues.

Empathy is key in these moments. Empathy is what holds everything together. It is like saying “I can’t see myself in that situation, but there must be a reason to explain what the he/she is feeling. As I love him/her, I am going to do something about it. We are going to get through this together”.

Maybe you have learned in your childhood that you need to keep a safe distance from others or else you are going to get hurt. Maybe someone did that to you. But what if it is the love of your life and you are just freaking out as you were taught when you were younger? How to live fearing of something that may never happen? Live your life to the fullest! Keep calm. Face your fears. Acknowledge their existence. Talk. Hear. Be heard. Deal with them.

A relationship must be built over solid ground. If you don’t understand in you the mechanisms triggering insecurity in your partner, don’t blame him/her for not acting like a robot. Instead, thank them for loving you enough to try to fix things. If you love, you will always try to fix things.

Ser pai é ser feliz!

Eu vejo muita gente falando da responsabilidade associada à parternidade, que de fato é muito grande. Afinal de contas, você se torna responsável direto por um indivíduo que literalmente precisa de você para viver, para sobreviver. Só que para mim, ser pai é bem mais do que isso: ser pai é ser feliz!

Quando eu vejo a minha filha crescendo, se tornando uma moça, e ainda assim me tendo como referência e me considerando seu grande amigo, tudo faz sentido. Ela é um pedaço de mim que vai adiante e que espero que seja uma melhor versão de mim.

Percebem o poder disso? Não é o poder sobre a criança! Pelo contrário! É o poder de dar poder para a minha filha, de maneira que ela seja independente, confiante e muito, muito feliz. Não é só sobre dizer sim e comprar comida ou roupas. É sobre dizer o não e ser firme na transmissão de valores, idéias e pensamentos. Não é educa-la para ser como eu, mas para que ela tenha todos os mecanismos necessários para se desenvolver e ser um indivíduo único, pleno e consciente de suas capacidades e limitações.

Se isso é fácil? Claro que não! Aliás, é bem difícil. É preciso passar adiante a minha melhor parte. É preciso não errar onde eventualmente meus pais, tentando acertar, erraram comigo. E aí está um ponto chave: eu precisei me conhecer profundamente para melhor lidar com a minha filha, o que equivale a dizer que a minha filha me fez um homem melhor.

E que fique claro que não faço isso pelas luzes da ribalta. Pouco me importa o que acham do que estou fazendo. Já fiz inúmeros sacrifícios por minha filha. Já fui julgado e condenado por esses sacrifícios. Só que isso não importa… Eu sou pai para a minha filha e desde que ela veja em mim um porto seguro, todo e qualquer sacrifício valeu e vale a pena.

Hoje é Dia dos Pais. Dia que eu conquistei e conquisto todos os dias. Minha filha, logo antes de dormir, me desejou um Feliz Dia dos Pais. Não é preciso ganhar um presente ou algo assim. A vida dela é o meu presente e a felicidade dela o meu maior triunfo.

Muito obrigado, minha querida Sophia! Já são 11 anos comemorando essa data! E que Deus me permita comemorar muitas datas como essa com você. Eu me orgulho muito de você e VOCÊ ME FAZ FELIZ.

Liberdade de Expressão – Jordan Peterson

Para pensar… No mínimo, genial. Vale cada segundo investido assistindo esses vídeos!

Versão compacta:

Versão estendida:

Quem é Jordan Peterson? https://pt.wikipedia.org/wiki/Jordan_Peterson

Eu não me conhecia

E quando eu vi com os olhos

Não mais de quem via

Mas de quem queria ver

Eu deixei de ver

E passei a enxergar

E enxergando

Eu comecei a ver tudo

Que eu não via

.

Observador

E observado

Meu mundo cresceu

Quando me dei conta

De que das minhas lamúrias

Eu também era culpado

.

E amanheceu a vida

Sol que ilumina constante

De noite e de dia

Fui apresentado a mim mesmo

E de fato

Eu não me conhecia

.

Felicidade

.

Renascimento

.

Alforria.

Dia dos Namorados – 2019

Então, você está com a buzanfa sentada no sofá e reclamando da vida por estar sozinho(a) no dia de hoje. Você lembra dos filmes da Sessão da Tarde, do(a) ex e sente saudades de tudo aquilo que ainda não viveu (inspiração poética by Neymar). Reclama da vida, culpa todo mundo (menos você) por essa sua “solidão” e compra 15 Kg de chocolate de uma marca obscura para comer enquanto chora feito uma criança.

Vamos parar com isso, né? Há tanta gente acompanhada por aí que está sozinha. Quer dizer que você realmente acredita nos sorrisos e fotos do Instagram e do Facebook, onde tudo é perfeito e as pessoas são 100% felizes? Quer dizer que a única pessoa infeliz no mundo é você?

ACORDA! Ao invés dos 15 Kg de chocolate e de se lamentar como se fosse a pior criatura do mundo, que tal se preparar para ser a melhor versão de si mesmo(a) para atrair para a tua vida alguém que de fato esteja a tua altura e que te mereça? Sim, você tem valor! Você é ÚNICO(A). E com certeza há alguém no mundo esperando por alguém feito você.

Sai de casa! Vai para a academia! Vai tomar um chopp com os amigos! Larga essa merda de celular e vai viver! E assim, quando você menos esperar, você vai dar de cara com aquela pessoa que você nem sabia que existia. Repetindo: sim, ela existe, e está em algum lugar esperando por você.

A opção é inteiramente tua. E lembre-se SEMPRE da frase abaixo…

CbVv5C_XEAEQBHk

Are you an eagle?

What defines an eagle? Its screech? Beak? Claws? Eyes? Feathers? Wings? No! Flying defines an eagle.

The typical eagle nest is way up high. So, before flying the younglings exercise their wings a lot. They must do it. That is the only possible way for them to try to be prepared for their fate, for their ultimate mission.

Until one day, the irresistible, the insurmountable calling from the wind together with their bold and relentless instinct make them throw their bodies through the sky. That is when an eagle truly starts to live. Eagles were born to fly.

My question to you is simple: are you a real eagle or you just look like one? Are you brave enough to fly high?