Anastasia – Slash

Confesso que nunca levei o Slash muito a sério. Sempre achei muito bom o seu trabalho no Guns N’ Roses, mas para mim ele era “só isso” (como se fosse pouco!).

Quis mais uma vez me calar o Spotify. De início, um violão de cordas de nylon, com uma harmonia bem típica da música clássica e até mesmo do Flamenco. E então, uma explosão de licks que vão da música erudita, passando pelo rock/heavy e muito, muito swing. Tudo isso usando o campo harmônico da escala menor harmônica. Algo bem fora da caixinha.

O resultado é de cair o queixo, com uma sonoridade que nos leva da Península Ibérica até o Oriente Médio. É para ouvir em silêncio e com um fone de ouvido de alta qualidade, pois as nuances são muitas.

P.S.: É impressionante como o Slash tem uma digital musical inconfundível. É fácil reconhecer quando é ele quem está no comando da sua guitarra. Ainda mais com a parede de Marshalls ao fundo e sua Gibson. 🙂

Ao vivo, ele não usa a violão com corda de nylon para a introdução. Prefiro a versão de estúdio.

Run-Around – Blues Traveler

E aí, você ouve uma música no rádio na década de 1990 e fica simplesmente extasiado com o gaitista. Você pergunta o nome da banda para todos, chegando ao ridículo de tentar cantar o refrão para facilitar as coisas. Nada. Ninguém sabia de nada. O solo de gaita, entretanto, permanece na sua cabeça até hoje!

Cerca de 27 ou 28 anos depois, um amigo seu lança a tal música no Spotify. A música é realmente incrível. O solo da gaita é realmente incrível. A banda é incrível. Dá até vontade de chorar de tanta alegria!

Sem palavras!!! Viva a tecnologia!!! ❤️

Romantismo pesado com Yngwie Malmsteen

Seis músicas lindíssimas do guitarrista sueco Yngwie Malmsteen. Mistura de rock pesado com música clássica = música perfeita. 🙂

P.S.: Post requentado de 2015, até porque vários links para o YouTube pararam de funcionar. As músicas continuam absolutamente fantásticas. 😉

Love Is A Killer – Vixen

“Love is a killer
A homicidal fiend
Love is a killer
It’ll be the death of me
I got a target on my back
For a cupid dressed in black
Love is a killer
It’s killing me”

Hard Rock de primeiríssima qualidade! A voz da Janet Gardner é absurda!

P.S.: Só há mulheres na banda.

A fera por detrás de Demi Lovato

Nita Strauss = segredo do sucesso desta fase mais Punk Rock da Demi Lovato. Fiquei até com raiva quando a Demi disse que era uma banda só de meninas, o que de alguma forma fez parecer que está era o único critério para estar na banda. Definitivamente isto não se aplica a Nita (guitarrista da banda).

Alguém conhece uma banda chamada The Iron Maidens? E um tal de Alice Cooper? Pois é… Ela tocou com ele durante 8 anos.

Vamos piorar a situação? Primeira mulher a ter uma linha de guitarras só dela. A marca? Ibanez. Não conhece? A que faz as guitarras do Steve Vai, Joe Satriani, Kiko Loureiro, Paul Gilbert, Andy Timmons…

Eu sugiro que o Multishow pelo menos finja que se preocupa com a qualidade dos comentários de seus “especialistas”. É de dar nojo! Lixo!

Can’t Let You Go – Rainbow

Estou completamente apaixonado por esta música. Rock com swing. Dá para colocar em uma festa e ainda assim ver as pessoas dançando. 🥰

Ritchie Blackmore nas guitarras (ex Deep Purple) e Joe Lynn Turner nos vocais (ex Malmsteen e Deep Purple, mas em uma fase posterior à saída do Blackmore): não tem como isso dar errado!

P.S.: Dio, deus incontestável do universo metal, gravou nada mais, nada menos que 4 álbuns com o Rainbow. E sim, ele foi também vocalista do Black Sabbath, e quando ele faleceu (2010), fui para a porta do hospital para chorar a morte dele. Parecia que alguém da minha família tinha morrido (e de fato tinha). Falar do Dio me emociona até hoje. Vai me emocionar para sempre.

Divirtam-se!!! 🙂🙂🙂

On the Rocks – Rita Lee

Hoje é dia de beber tudo sem gelo, até porque está um frio danado em Niterói (sim, 16⁰ é o suficiente para aa pessoas congelaram por aqui).

E assim sendo, nada como ouvir uma musa nacional tocando com músicos do gabarito de Steve Lukather. Absurdo! As guitarras desta música são dele. On the Rocks está sendo sentida na pela hoje. 😉