Se algum dia eu deixar de te amar

Se algum dia eu deixar de te amar,
Meu grande amor,
Saibas que serás a primeira a saber.

Dói-me pensar nisso,
Mas é porque contigo penso em tudo,
Por mim e por ti.

Se todo este amor que sinto,
Se toda esta paixão que me aquece,
Um dia for embora, acredite:
Eu serei o primeiro a por isso sofrer.

Porque não está e nem nunca esteve
Nos meus planos mais sinceros
Deixar de te amar, de te ter,
Ainda que isto possa acontecer.

E digo essas palavras
Sem antever nada disto!

Não se trata de um aviso ou algo parecido.

É apenas uma declaração de amor invertida,
Dorida…
Sofrida…

Porque no dia em que eu deixar de te amar,
Não serei mais digno de tua presença,
E serei forçado a me retirar da tua vida,
Mas não sem antes me despedir.

Não fugirei do meu dever de dizer
Que não mais te amo.

Não deixarei que saibas por terceiros
O que sinto ou deixei de sentir.

Porque hoje és a minha vida,
E ainda que um dia deixes de sê-la,
Também eu deixarei de ser
A minha parte que só em ti e por ti existe.

Se algum dia eu deixar de te amar,
É porque parte de mim mataram
Ou parte de mim morreu.

Os versos que te dou – J. G. de Araújo Jorge

Ouve estes versos que te dou, eu
os fiz hoje que sinto o coração contente
enquanto teu amor for meu somente,
eu farei versos…e serei feliz…

E hei de fazê-los pela vida afora,
versos de sonho e de amor, e hei depois
relembrar o passado de nós dois…
esse passado que começa agora…

Estes versos repletos de ternura são
versos meus, mas que são teus, também…
Sozinha, hás de escutá-los sem ninguém que
possa perturbar vossa ventura…

Quando o tempo branquear os teus cabelos
hás de um dia mais tarde, revivê-los nas
lembranças que a vida não desfez…

E ao lê-los…com saudade em tua dor…
hás de rever, chorando, o nosso amor,
hás de lembrar, também, de quem os fez…

Se nesse tempo eu já tiver partido e
outros versos quiseres, teu pedido deixa
ao lado da cruz para onde eu vou…

Quando lá novamente, então tu fores,
pode colher do chão todas as flores, pois
são os versos de amor que ainda te dou.

(Do livro “Meu Céu Interior” – 1934)

Se voltares – Rogaciano Leite

Como o sândalo humilde que perfuma
O ferro do machado que lhe corta,
Hei de ter a minh’alma sempre morta
Mas não me vingarei de coisa alguma.

Se algum dia, perdida pela bruma,
Resolveres bater à minha porta,
Em vez da humilhação que desconforta,
Terás um leito sobre um chão de pluma.

E em troca dos desgostos que me deste
Mais carinho terás do que tiveste
E os meus beijos serão multiplicados.

Para os que voltam pelo amor vencidos
A vingança maior dos ofendidos
É saber abraçar os humilhados.

Abraço-me

Descobri que és diferente
Quando tocaste nas feridas
Da minha alma e do meu coração
Sem perguntar se as lesões
Foram autoinfligidas

Sim…
A insistência
A carência
A teimosia
A imaturidade
A inocência
A vaidade
A arrogância
O apego
O desespero
O desamor
O pânico
O medo
A raiva
A humilhação
A solidão

Eu me feri
Eu me machuquei
Tudo doeu
Muito sangrou

Eu me crucifiquei
E nem mesmo de mim me salvei
E agora eu sei:
Dor não se cura com mais dor.

Descobri que és diferente
Porque me mostraste
Que posso lamber minhas feridas
E seguir em frente
Fazer diferente
Porque és diferente
E diferente –
Agora que me lembro
Do que eu já fui –
Eu também já sou.

Eu me perdoo
Eu me abraço
E por isso eu sigo em frente.

Feliz Ano Novo – 2022

De onde menos se espera, quando menos se espera, acontecem coisas incríveis! ❤❤❤

Que 2022 seja um ano cheio de surpresas incríveis na sua vida! Muita saúde, muita paz, muita felicidade, muita vida, muito crescimento, muito aprendizado. Enfim… Muito de tudo de bom que a vida puder te dar!

Que Nosso Senhor Jesus Cristo e a Virgem Maria, em nome de Deus, nos abençoem!

É muito bom ter vocês por aqui! Muito obrigado mesmo! Até 2022!

Beijos,

Fabio Ottolini

P.S.: A pandemia ainda não acabou! Evitem aglomerações e divirtam-se com responsabilidade.

Convite

Fica mais umas 300 noites

Mais uns infinitos dias

Me faz companhia

Compra pão junto comigo.

Pendura a calcinha no box

Toma café da manhã nua

Vamos na feira da rua

E depois vamos ao shopping.

Vamos maratonar uma série

Vamos lavar os talheres

Beber a garrafa toda

Morrer de tanto beijo na boca.

Vou colocar aquela música

Vou seduzir os teus ouvidos

Embarcar nos teus perigos

E depois dormir no chão.

E que tudo vire rotina

Esta falta de limites

Aceita logo este convite

Porque já é meu teu coração*.

* E vice-versa.

This Year, Let Go Of The People Who Aren’t Ready To Love You – by Brianna Wiest

It is the hardest thing you will ever have to do, and it will also be the most important: stop giving your love to those who aren’t ready to love you.

Stop having hard conversations with people who don’t want to change. Stop showing up for people who are indifferent about your presence. Stop prioritizing people who make you an option. Stop loving people who aren’t ready to love you.

I know that your instinct is to do whatever you can to earn the good graces of everyone you can, but that is also the impulse that will rob you of your time, your energy and your sanity.

When you start showing up to your life wholly and completely, with joy and interest and commitment, not everyone is going to be ready to meet you there.

It doesn’t mean you need to change who you are. It means you need to stop loving people who aren’t ready to love you. 

If you’re left out, subtly insulted, mindlessly forgotten about or easily disregarded by the people you spend the most time with, you’re doing yourself an incredible disservice by continuing to offer your energy and life to them.

The truth is that you are not for everyone, and everyone is not for you. That’s what makes it so special when you do find the few people with whom you have a genuine friendship, love or relationship: you’ll know how precious it is because you’ve experienced what it isn’t.

But the longer you spend trying to force someone to love you when they aren’t capable, the longer you’re robbing yourself of that very connection. It is waiting for you. There are billions of people on this planet, and so many of them are going to meet you at your level, vibe where you are, connect with where you’re going.

… But the longer you stay small, tucked into the familiarity of the people who use you as a cushion, a back burner option, a therapist and a ploy for their emotional labor, the longer you keep yourself out of the community you crave.

Maybe if you stop showing up, you’ll be less liked.

Maybe if you stop trying, the relationship will cease.

Maybe if you stop texting, your phone will stay dark for days and weeks.

Maybe if you stop loving someone, the love between you will dissolve.

That doesn’t mean you ruined a relationship. It means that the only thing sustaining a relationship was the energy you and you alone were putting into it.

That’s not love. That’s attachment.

The most precious, important thing that you have in your life is your energy. It is not your time that is limited, it is your energy. What you give it to each day is what you will create more and more of in your life. What you give your time to is what will define your existence. 

When you realize this, you’ll begin to understand why you’re so anxious when you spend your time with people who are wrong for you, and in jobs or places or cities that are wrong, too.

You’ll begin to realize that the foremost important thing you can do for your life and yourself and everyone you know is to protect your energy more fiercely than anything else.

Make your life a safe haven in which only people that can care and listen and connect are allowed.

You are not responsible for saving people.

You are not responsible for convincing them they want to be saved.

It is not your job to show up for people and give away your life to them, little by little, moment by moment, because you pity them, because you feel bad, because you “should,” because you’re obligated, because, at the root of it all, you’re afraid to not be liked back.

It is your job to realize that you are the master of your fate, and that you are accepting the love you think you’re worthy of.

Decide you’re deserving of real friendship, true commitment and complete love with people who are healthy and thriving.

Then wait in the darkness, just for a little bit…

… And watch how quickly everything begins to change.

About the author

Brianna is the author of 101 Essays That Will Change The Way You Think and The Mountain Is You.

Follow Brianna on Instagram or read more articles from Brianna on Thought Catalog. Learn more about Thought Catalog and our writers on our about page.

Feliz Natal – 2021

Talvez 2021 nao tenha sido o melhor ano da sua vida. A pandemia pode ter levado a sua saúde ou mesmo a vida de alguém que você ama. A crise econômica pode ter levado o seu emprego ou mesmo o seu negócio. Talvez o seu coração esteja machucado, dolorido. Talvez você esteja ansioso, depressivo. Talvez…

NADA disso define o seu futuro! NADA! Como diria Jung, você não é o que aconteceu em sua vida, mas o que você decide se tornar. Então, nesse Natal, por mais difíceis que as coisas estejam, declare a sua vitória antecipadamente! Não espere as coisas acontecerem! Tenha fé! Entregue suas dores na mão do Cristo e siga em frente, de cabeça erguida. Segura nas mãos de Deus e vai, porque em nome Dele TUDO é possível!

Que Nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu na cruz para nos salvar de todo o mal, nos abençoe abundantemente. Um Feliz Natal para você e toda a sua família! ❤