Alma limpa

Havia algo de despretencioso
No silêncio dos meus lábios
Nas batidas compassadas
No meu coração

Havia algo de belo
Na ausência das rimas
Na calmaria dos gestos
Nos meus pés no chão

Havia algo de precioso
Nas páginas dos livros
Nos filmes introspectivos
Na profunda reflexão

Havia algo de singelo
Nas brisa suave
Nos sonhos risonhos
No incondicional perdão

Havia algo
De novo
De novo
Eu havia.

Pigarro

Estive pensando
Em mim
Em você
Em nós
Nos nós
Na garganta –
Pigarro –
Difíceis
De engolir

Coisa pouca
Eu e você
Queijos e vinhos
Nenhuma roupa
Nenhuma pretensão
Mais nada
Mais ninguém

Eu estou bem

O dulçor
E o amargor
Da saudade
Me guarnecem
Me aquecem
Feito prece
O resto
É o resto
É o momento
No tempo
Em deixar
Por decidir.


Chantagem emocional

Meu olhar
Minhas palavras
Minha presenças
Minhas ausências
Minhas idéias
Minhas crenças
Meus valores
Minhas paixões
Meus amores
Meus quereres
Minhas companhias
Minha solidão
Meu coração
Meus cuidados
Meu zelos
Minha atenção
Minha intuição
Minha ingenuidade
Minha inteligência
Minha sagacidade
Minhas forças
Minhas fraquezas
Minhas qualidades
Meus defeitos
Minhas seguranças
Minhas inseguranças
Minhas cartas sobre a mesa
Minha transparência
Minha integridade
Meus sorrisos
Minhas lágrimas
Minhas memórias
Minhas histórias
Minhas poesias
Meus antes
Meus agoras
Meus futuros
Minhas incertezas
Minhas vontades
Minhas necessidades
Minhas ansiedades
Minhas piadas
Meus sarcasmos
Meus vacilos
Meus furos
Meus acertos
Minhas verdades
Minha gratidão
Minha dignidade
Minhas idas
Minhas vindas
Meus adeuses
Minhas saudades

Meus toques
Minhas carícias
Meus beijos
Meus abraços
Meus gostos
Meus sabores
Minhas loucuras
Minha sofreguidão
Minha comichão
Meu tesão
Minhas delícias
Meu cheiro
Meu suor
Meu corpo
Meus fluidos
Minhas vísceras

Essas são minhas únicas armas

É que na vida é assim:
Cada um usa o que tem
Para conquistar o coração de alguém
Sendo que não sou de me dar em pedações
Para caber no que me é aquém.

vcruz_chantagem_emocional_e_artimanha_simbiotica_entre_l37wp5w

Feliz Ano Novo – 2020

E então, chegamos ao fim do ano, mas não chegamos ao fim. Que isso fique claro.

Que 2020 seja repleto de aprendizados e recomeços (quando estes forem necessários). Que os tropeços nos façam rir e que as lágrimas sejam só de felicidade. Que Deus esteja no controle, e que tenhamos fé suficiente para saber que no fim (não necessariamente no fim do ano) tudo ficará bem. É só uma questão de tempo, de esperança.

Obrigado a todos que aqui estiveram brindando o meu blog com a sua presença. Sinto-me honrado por ter conseguido alcançar mais e mais pessoas, na certeza de que aqui falo basicamente de uma única coisa: o amor, que é o sentimento mais importante e sublime que existe.

1 Coríntios 13

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

FELIZ ANO NOVO!!!

Feliz Natal – 2019

São 21h48, e eu estou em casa, no ar condicionado, pensando no que aconteceu nos últimos dias. A chuva cai pesada, e toda vez que ouço e sinto o cheiro de chuva, percebo que é o momento perfeito para refletir, meditar.

Esse fim de ano tem sido bastante incomum. Tenho revisto amigos de 30, 40 anos atrás… Tenho sido constantemente relembrado de quem eu sou, de quem eu era… E fiquei surpreso, literalmente, com a memória das pessoas.

Sei que quem bate esquece e quem apanha nunca esquece, mas Deus resolveu me dar de presente de Natal momentos em que eu fiz a diferença na vida das pessoas. Momentos nada extraordinários (sob minha visão), mas que serviram de alguma forma para amenizar a dor dessas pessoas, sobretudo em momentos extremamente difíceis.

Eu não vou entrar em detalhes (são desnecessários), mas os presentes que recebi não foram ouro ou prata, mas reconhecimento pela amizade, pela lealdade, por tudo que sempre entreguei na vida das pessoas sem pensar duas vezes, sem pensar se eu poderia me beneficiar daquela situação de alguma maneira. Coisas que entreguei de coração.

Durante essa caminhada, houve momentos em que eu disfarçava e ia chorar no banheiro. Não por estar triste ou algo assim, mas por perceber que Deus me deu um dom único, inequívoco, que é o de tentar fazer o bem não importando a quem. Essa é a minha missão. Esse é o meu super poder (quem me lê habitualmente sabe muito bem o que quero dizer com isso).

Escrevo isso com orgulho porque sou cristão, mas também com certa dor por perceber que em N momentos eu me negligenciei em função de terceiros, quer seja pessoas que eu amava ou sequer conhecia. Essas coisas não eram e não são forçadas: são a minha natureza. Eu abro mão de mim pelos outros. Babaca? Ok… Respeito a sua opinião.

Então, nesse Natal, ao invés de pedir… Aliás, vou pedir: quero que Deus me dê mais do mesmo. Quero agir em nome Dele, na certeza de que tudo mais me será acrescentado. E por mais que esse texto parece um tanto quando presunçoso, a grande verdade é que sinto profundo ORGULHO de já ter me feito presente na vida de gente que precisava infinitas vezes mais do que eu. E sei… E como sei… Que Deus será generoso o bastante comigo para me acudir e acolher diante de minhas privações.

O mal não me alcança. As flechas me erram. Não porque sou especial, mas porque reconheço a minha pequenez diante da imensidão das obras de Deus. Há um cara “lá em cima” que me usa, entenderam? E o meu maior prazer é servi-Lo. EU SOU UM SERVO DE DEUS!

Que Deus continue, nesse Natal e no ano de 2020 que se aproxima, a fazer de mim um instrumento para tornar a vida das pessoas um pouco melhor. Eu descobri que é isso que me faz ser uno com o meu criador. E que assim seja!

FELIZ NATAL! Que Deus nos abençoe e que nos lembremos SEMPRE de que nosso principal objetivo na Terra é SERVIR, e que por mais que caiam lágrimas por sobre a nossa face, estas são doces diante do quanto o Cristo sofreu na cruz por nós.

Um agradecimento especial a Minha Mãe Nessa Senhora de Fátima. Se Deus a escolheu para trazer seu filho unigênito, não há como não pensar que essa é a mulher mais sagrada e pura que já existiu.

Amo te amar

Te amo do jeito mais puro
Do jeito mais sincero
Que se pode amar

Não tenho orgulho
Despi-me do ego
E isso para mim é amar

Não és minha vida –
Eu me basto –
E por isso posso te amar

Eu me ofereço todos os dias
Dou-me em todos os instantes
É dessa forma que sei te amar

E meu amor é atemporal
Não passa e nem vai passar
Essa é a certeza que tenho ao te amar

E se nem tudo é perfeito
Eu erro tentando fazer direito
Aprimorando a maneira de te amar

Sozinho ou na multidão
Há no meu peito um coração
Que só sabe fazer te amar

E te amando eu vou
Oferecendo tudo que sou
Porque assim é o meu amar

E hoje, não poderia ser diferente –
Não sei ser diferente –
Carrego em mim o teu amar

Amo como só eu sei fazer
Nas pequenas coisas, em tudo
Porque tudo é te amar

E se ainda não ficou claro
Repeti amar em todas as estrofes
Para que saibas o quanto amo te amar.