Excessos – declamada por Michelle Cruz

Conversei com a Michelle sobre a cadência que ela dá as minhas poesias. Ela acha que estou exagerando, mas é como se ela dessa uma nova roupagem ao que escrevi, transformando as coisas que escrevo em algo novo. Confesso que amo os resultados!!! 🙂

Mais uma vez, obrigado, Michelle!!! 🙂

Poesia original: https://agorababou.com/2019/11/28/excessos/

Obrigado

Não sei se deveria te agradecer
Por mostrar que minha fé
Meus sonhos
Meus planos
E tudo que há de maior em mim
Faz sentido dentro de ti também

Não sei se deveria te agradecer
Pelas nossas conversas sem fim
Pelos nossos sorrisos esfuziantes
Pelo brilho nos nossos olhos risonhos
Pelos toques abertamente pretensiosos
Que se fizeram sentir até mesmo em nossos corações

Não sei se deveria te agradecer
Por amar e ser amado
Por desejar e ser desejado
Por querer e ser querido
Pelos abraços que damos em nossas almas
Pelo fogo da paixão que esquenta e revigora nossos corpos
Pela total e absoluta entrega, afinal

Não sei se devo te agradecer
Por cada segundo que passamos juntos
Pela deliciosa sensação de estarmos entrelaçados diante do futuro
Por deixar que saibas quem eu sou
Por me deixar saber quem és
Por abrir as cortinas de nossas vidas

E justamente por não saber
Se devo agradecer ou não
Eu agradeço
E de ti nunca me esqueço
Pois tudo parece pouco
Diante da imensidão do que temos vivido

Eu agradeço

Eu agradeço

Na dúvida
Eu agradeço

Pelas certezas que banham nossos corações
Pelo fim dos talvezes e dos porquês
E ainda que seja redundante
Eu agradeço
Pelo direito de sentir e poder dizer que te amo

Eu te amo
E é um privilégio te amar e ser por ti amado.

Feliz Ano Novo – 2020

E então, chegamos ao fim do ano, mas não chegamos ao fim. Que isso fique claro.

Que 2020 seja repleto de aprendizados e recomeços (quando estes forem necessários). Que os tropeços nos façam rir e que as lágrimas sejam só de felicidade. Que Deus esteja no controle, e que tenhamos fé suficiente para saber que no fim (não necessariamente no fim do ano) tudo ficará bem. É só uma questão de tempo, de esperança.

Obrigado a todos que aqui estiveram brindando o meu blog com a sua presença. Sinto-me honrado por ter conseguido alcançar mais e mais pessoas, na certeza de que aqui falo basicamente de uma única coisa: o amor, que é o sentimento mais importante e sublime que existe.

1 Coríntios 13

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

FELIZ ANO NOVO!!!

Cozinheiro chefe

E nessa noite de festa
Ao som dos fogos
Que iluminam o céu
Meu coração se agiganta:
Pura esperança

É que a vida se mostra
Simples e boa
Farta e completa
Sendo a incerteza
O tempero da vida
E Deus
Seu cozinheiro chefe.