Dias à frente

Dias lentos, vagarosos

Dias vividos, sentidos

Dias com sentido

Dias cheios de alento.

Dias em que o vento –

Sempre atento ao tempo –

Sussurra em meus ouvidos

Palavras maravilhosas:

“Não há mais perigo

Agora, é contigo

Siga em frente.”

Vim trazer verdades 43

Antes de mais nada, é importante entender o que é “ghosting”.

Ghosting é um termo usado para designar o término repentino de um relacionamento sem deixar explicações, este termo vem do inglês, e é derivada da palavra ghost, que significa fantasma em português. O praticante de ghosting, some misteriosamente como se fosse um fantasma.” – Fonte: Wikipedia

E por que alguém agiria assim? Há algumas possibilidades.

– Covardia: a pessoa quer curtir a parte boa do relacionamento e na hora que deseja ir embora, por qualquer motivo que seja, não quer encarar o outro ou mesmo dar qualquer tipo de explicação. Isso é cruel e desumano, e demonstra com clareza que a pessoa não possui nenhum tipo de responsabilidade afetiva. Ninguém é obrigado a ficar com ninguém, mas quem fica precisa de um fechamento para viver o seu luto e seguir em frente. Facilita muito a vida de quem precisa seguir sem a companhia de quem se foi.

– Manipulação: há o “ghosting” temporário, também conhecido como tratamento de silêncio. Uma ferramenta de manipulação antiga e muito eficaz. Via de regra, é utilizada para punir alguém que não se comportou de acordo com o esperado. Note que o conceito de esperado nesse caso não passa por certo ou errado. É punição para quem quem ousou questionar ou se opor ao manipulador. É uma maneira imatura ou perversa de dizer que não está satisfeito com algo. Isso é feito na esperança de que a parte afetada venha pedir desculpas, na grande maioria das vezes por coisas que nunca fez. Portanto, também é uma ferramenta de controle, de adestramento.

Dito isso, fica claro que os praticantes do “ghosting” são no mínimo imaturos e no extremo manipuladores perversos.

Você não tem que lidar com o “ghosting”. Não é saudável. Não é normal. Basta levantar a cabeça e seguir adiante. Está precisando de um fechamento para poder viver o seu luto? Crie um! Não perca seu tempo com quem não merece. Sua saúde mental agradece.

Como eu sou

Deixa eu te dar um beijo de despedida,

Porque eu vou ali viver a vida

Como a gente sonhou.

Vou suar minha camisa,

E vou contar minhas moedas,

Vou procurar nos bolsos das calças

Se necessário for.

Mas não, não vou falar de saudade,

Só de felicidade, de noites viradas,

E de histórias de amor.

E só quero que quem esteja ao meu lado

Tenha o cuidado de amar não o que tenho,

Mas o homem que eu sou.

Confissões

Por que eu deveria me envergonhar de minhas lágrimas, se todas elas foram de verdade?

Tudo que você viu foram confissões escorrendo pelo meu rosto. Tudo que você viu existia em mim. Tudo que você viu sou eu.

Se você me viu chorando algum dia, é porque eu já confiei muito em você. E nesse dia, você não viu a minha fraqueza, mas a força e o tamanho de tudo que me habita. E se você achou isso estranho, a grande verdade é que você nunca vai me compreender: eu não caibo em você.

Recomeço

Passei um tempo
Olhando para baixo
Cabeça arriada
Olhos amoados
Sorriso dormente
Peito apertado
Pés no chão

Passei um tempo assim
Tomando coragem
Fazendo cara de paisagem
Com receio de encarar a verdade

Foi um tempo que me dei
Tempo que eu precisava
Para me dar conta
Que o horizonte
Que eu conhecia
Era por mim desconhecido

Eu era uma piada pronta
E de mim só Deus não ria

Salvou-me a fé
E a vida continua
Meus olhos fixos no horizonte
Que ainda hoje desconheço
Mas reconhecer a minha ignorância
Já me parece um grande recomeço.

Vim trazer verdades 21

A pessoa que chega para você e diz que está “se sentindo muito mal com tudo que aconteceu” e sequer pergunta ou quer saber o impacto do acontecido na sua vida, NÃO ESTÁ PEDINDO PERDÃO. Quer apenas aliviar a sua consciência. “Eu tentei, mas ele/ela não quis.”

Pedir perdão é, acima de tudo, se colocar no lugar do outro. É ter empatia. É ouvir o outro. É entender que o problema causado pode ser muito maior do que parece, e isso só é possível através de uma conversa madura e aberta.

Enfim… Querer se desculpar apenas por um drama de consciência é uma atitude egoísta, egóica, que não objetiva levar alento ao outro, mas apenas a si mesmo.

Algumas dicas para um verdadeiro pedido de perdão:

1. Seja claro ao mostrar arrependimento, ou seja, deixe explícitas as sentenças “me desculpe por…”, “peço perdão por…” “eu me arrependo de…”.

2. Explique o que ocorreu de errado e detalhe como e por que cometeu a falha.

3. Reconheça o erro, assuma a responsabilidade e não tente jogar para outros os motivos do ocorrido. Diga objetivamente que é culpado pelo fato e que, sim, deveria ser mais atento e cuidadoso.

4. Reforce que foi capaz de reconhecer o erro e que está mais atento para não cometer outras falhas no futuro.

5. Você ainda terá mais chances de ser perdoado se oferecer uma reparação pelo erro e dar exemplos do que poderia fazer para reverter a situação.

6. Por fim, faça um claro pedido de perdão, sem buscar grandes frases ou palavras difíceis, e tende ser o mais objetivo possível ao perguntar “você pode me desculpar?”.

Fonte: https://www.vix.com/pt/amor/543261/aprenda-o-jeito-perfeito-de-pedir-desculpas-a-alguem-segundo-a-ciencia

Destemendo-me

Longe da presença dos outros

Diante da minha inevitável presença

Tornaram-se inadiáveis os questionamentos

As razões de ser, de viver

 

Quem sou?

Por que sou?

Por quem sou?

Será que sou por mim?

 

E em meio ao bombardeio de perguntas

Jorram aos borbotões as respostas

E sobre elas pairam dúvidas:

Será que eu mesmo as forneci

Ou será que só as repeti

Como tantas outras vezes fiz?

 

Passou da hora de eu mesmo me conhecer

Por mim

Eu devo isso a mim

É corolário para a plenitude da minha vida

 

Prefiro viver cheio de verdadeiras dúvidas

Do que repleto de falsas certezas

Quero as cartas sobre a mesa

Quero os pés no chão

Quero mudar ou formar opinião

Quero transformar os pesos em leveza

E desfazer todas as ilusões

Estoura-las feito bolhas de sabão

 

Não é possível fazer isso sem dor

Sem definitivamente me responsabilizar

Sem aceitar as coisas como são

Sem perdoar-me e sem pedir perdão

 

Não fui nem tão bom e nem tão ruim

Nas mais diversas situações

Eu simplesmente fui o que sabia ser

E toda essa minha derradeira imperfeição

Aqueceu e acendeu meu coração:

Há muito para conhecer

Muito para desaprender

Muito para evoluir

 

Ainda estou em processo

Não cheguei ao fim

Sequer sei se já cheguei ao começo

Mas, hoje, já posso afirmar:

Um dia, eu já temi a solidão

E só a temia por temer-me.

Faltou CORAGEM

É preciso muita CORAGEM para olhar bem nos olhos de um povo, de uma nação, de um país, e dizer o seguinte:

“O mundo foi pego de surpresa por essa situação. Sequer entendemos o tamanho do problema. Por conta disso, pedimos que fiquem em casa. Sabemos que isso é difícil sob o ponto de vista social e econômico, mas estamos lidando com um inimigo desconhecido, e o nosso objetivo maior é preservar a vida de todos os brasileiros. Enquanto vocês ficam em casa, avançaremos na preparação do nosso sistema de saúde, onde investiremos de forma maciça, ao mesmo tempo em que trabalharemos incansavelmente com a comunidade científica nacional e internacional, com o objetivo de encontrar o melhor tratamento, desenvolver vacinas, e até mesmo descobrir uma eventual cura para essa doença terrível. Vamos tomar as providências que forem necessárias para atenuar o impacto dessa pandemia em suas vidas, e pedimos mais do que nunca que não percam as esperanças. Juntos, conseguiremos vencer essa guerra. Juntos, somos mais fortes. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos. E que Ele nos abençoe.”

Faltou CORAGEM. CORAGEM.