Somos ou não somos uma nação?

Um Brasil dividido no meio de uma pandemia. Todos estão certos. Todos estão errados. A única coisa que deveria nos unir, que é a pandemia, deixada de lado, invisível.

Aprendi desde muito cedo que para que os gritos cessem também é preciso parar de gritar. A quem interessa esse pandemônio que vivemos? Quem é o homem que, de cima de um cavalo, clama por respeito sem respeitar? Quem são os senhores da justiça que, ao invés de usarem suas capas feito super heróis, agem em causa própria? Quem são os leitões que, no meio de todo essa lama, criam leis que eles mesmos não se sentem na obrigação de respeitar? E quem somos nós, divididos por crenças diversas, ao ponto de não conseguirmos enxergar no outro alguém que também precisa de paz, ainda que sequer tenha se dado conta disso?

O Brasil está em chamas. Há Neros de todos os lados, de todos os tipos. O vírus passeia e permeia. Mata, indiferente.

Embainhem suas espadas, senhores do poder! Não haverá espólio algum nessa guerra suja que ninguém conseguirá ganhar. O exemplo precisa vir de cima, sim! É chegado o momento de mostrarem que são homens e, acima de tudo, BRASILEIROS. É chegado o momento de deixarmos de ser inimigos de nós mesmos.

Deus acima de tudo. Brasileiros somos todos. E sem brasileiros, não há Brasil.

Somos uma nação ou não?

Passamos das mil mortes diárias pelo COVID-19

Usando o maior número de mortes diárias na Itália por conta do COVID-19 (919), chegamos ao percentual de 0,001523 da população total (60,36 milhões em 2019). Trazendo essa mesma realidade para o Brasil, estamos falando de 3.273 mortes (população total estimada em 215 milhões) em um único dia. São só números. Não considerei nada além de população total de cada país e o dia com maior número de mortes na Itália.

Fica uma pergunta: como já passamos dos 1.000 mortos por dia no Brasil, será que você ainda não se tocou que o negócio mesmo é ficar em casa e fazer de tudo para ficar vivo? Você não precisa do presidente, do governador e dos prefeitos para fazer a coisa certa. É só ficar em casa.

Sem mimimi do tipo “mas a nossa economia”, por favor. Esse número que estimei como possível máximo é suficiente ou você prefere algo mais dramático como 5.000 ou 10.000 mortos em um único dia? Potencial para isso nós temos.

ACORDA!!!

Faltou CORAGEM

É preciso muita CORAGEM para olhar bem nos olhos de um povo, de uma nação, de um país, e dizer o seguinte:

“O mundo foi pego de surpresa por essa situação. Sequer entendemos o tamanho do problema. Por conta disso, pedimos que fiquem em casa. Sabemos que isso é difícil sob o ponto de vista social e econômico, mas estamos lidando com um inimigo desconhecido, e o nosso objetivo maior é preservar a vida de todos os brasileiros. Enquanto vocês ficam em casa, avançaremos na preparação do nosso sistema de saúde, onde investiremos de forma maciça, ao mesmo tempo em que trabalharemos incansavelmente com a comunidade científica nacional e internacional, com o objetivo de encontrar o melhor tratamento, desenvolver vacinas, e até mesmo descobrir uma eventual cura para essa doença terrível. Vamos tomar as providências que forem necessárias para atenuar o impacto dessa pandemia em suas vidas, e pedimos mais do que nunca que não percam as esperanças. Juntos, conseguiremos vencer essa guerra. Juntos, somos mais fortes. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos. E que Ele nos abençoe.”

Faltou CORAGEM. CORAGEM.

Ajuda – comunidades carentes – Uber Eats

Quer ajudar quem está precisando MUITO?

  1. Abra o aplicativo Uber Eats
  2. Encontre a loja: “Cestas básicas – A comunidade nos move”
  3. Escolha o produto desejado e finalize sua doação!

O valor das doações começa em R$7,00! Vamos nessa?

Atenção: não é preciso fazer nenhuma alteração no seu endereço. A Uber receberá o seu pedido e fará a entrega automaticamente, de modo que o produto não chegará até sua porta. A Uber entregará todas as cestas e kits doados à CUFA, que será responsável pela distribuição dos itens arrecadados para as comunidades.

Tende piedade de nós, Nosso Senhor Jesus Cristo!

Em respeito Aquele que morreu por nós, filho de um Deus único, vivo, que ressuscitou no terceiro dia, ficarei em silêncio e em preces no dia de hoje. Nosso Senhor Jesus Cristo, tende piedade de todos nós que recorremos a vós nesse momento tão difícil. A Tua paixão não foi em vão. Que Tua presença seja sentida por todos. Na família dos que já se foram. Na família dos que ainda irão. Na família até mesmo daqueles que não crêem em Ti, posto que és o único caminho para a nossa salvação. Dai-nos, Senhor, em nome da Virgem Maria, e em nome de todos os anjos e santos, a Tua glória. Tende piedade de todos nós. Declaro-me impotente para lidar com essa situação sem a Tua luz, sem as Tuas bênçãos. Amém.

Frase canalha – COVID-19

A frase mais CANALHA de todas: “Ain… Só mata velhos e pessoas com doenças crônicas…” E desde quando essas pessoas não são AMADAS? Eu não quero perder NINGUÉM é também não quero que as pessoas percam seus entes queridos. Então, antes de concordar com este darwinismo barato e intelectualóide, vamos nos lembrar que o sagrado está sendo esquecido. Onde estão o amor, a empatia, a compaixão e a solidariedade? Onde está a nossa humanidade?

Fique em silêncio por 5 minutos e pense nisso. É tudo que eu peço. Reflita antes de sair por aí despejando sua ignorância e arrogância. E que Deus nos proteja!