Hourglass

When I think about our time
I end up thinking about an hourglass
With the sand following its course
Driven not by its will
But by gravity:
The most inexorble force

And I think of me as the sand
Going back and forth
Going around any obstacles
Against all odds
Circumventing will and wonts
As long as gravity keeps pulling me

But what if the hourglass breaks?
What if time fails us?
Will you be able to hold me still?

You won’t, my dear…
You won’t

As I am sand
I will have to follow my destiny
My fate right through your fingers:
Though I wanted to be in your hands

So, take care of our hourglass
Take care of our time
Take care of us
You’d better beware.


A escolha certa – Declamada por Michelle Cruz

Eu já nem sei o que dizer… A Michelle e eu fizemos uma parceria (não formal) que não sei explicar! Ela faz os meus textos terem voz, e isso realmente me encanta!

Link para o post da Michelle:
https://mcmistturacriativa.wordpress.com/2019/08/14/poema-escolha-certa-do-fabio-ottolini-39/

Link para a poesia declamada diretamente no Instagram:

Post original:
https://agorababou.com/2019/07/26/a-escolha-certa/

Obrigado, Michelle!!!!!!!!!!!!!!!!!

A escolha certa

Mesmo não sabendo quem eu era
Deixei de sê-lo
E não mais sendo
Acabei sendo o que eu não era
Mas que de fato eu sou –
Sempre fui

As respostas só surgiram
Quando desisti de buscar por elas
E assim acabei descobrindo que as perguntas
Sequer eram para ser aquelas!

E quando chegou a hora –
Sem pressa ou demora –
Perguntas e respostas se esvaíram
E restou apenas o aqui
O agora
O afinal

Tanto tempo me perdi
Nos excessos
Do passado
Do futuro
Que eu não me via bem ali
Ao alcance de mim
Embora cercado por muros
Que eu mesmo ergui!

E disso tudo fica a lição
Da vida que hoje vivo
Por conta da que antes não vivi:
Em dado momento –
Meu e somente meu momento –
Eu fiz uma escolha
E dela não me arrependi
Eu escolhi –
E todos os dias escolho –
O eu que eu conheci.