Destemendo-me

Longe da presença dos outros

Diante da minha inevitável presença

Tornaram-se inadiáveis os questionamentos

As razões de ser, de viver

 

Quem sou?

Por que sou?

Por quem sou?

Será que sou por mim?

 

E em meio ao bombardeio de perguntas

Jorram aos borbotões as respostas

E sobre elas pairam dúvidas:

Será que eu mesmo as forneci

Ou será que só as repeti

Como tantas outras vezes fiz?

 

Passou da hora de eu mesmo me conhecer

Por mim

Eu devo isso a mim

É corolário para a plenitude da minha vida

 

Prefiro viver cheio de verdadeiras dúvidas

Do que repleto de falsas certezas

Quero as cartas sobre a mesa

Quero os pés no chão

Quero mudar ou formar opinião

Quero transformar os pesos em leveza

E desfazer todas as ilusões

Estoura-las feito bolhas de sabão

 

Não é possível fazer isso sem dor

Sem definitivamente me responsabilizar

Sem aceitar as coisas como são

Sem perdoar-me e sem pedir perdão

 

Não fui nem tão bom e nem tão ruim

Nas mais diversas situações

Eu simplesmente fui o que sabia ser

E toda essa minha derradeira imperfeição

Aqueceu e acendeu meu coração:

Há muito para conhecer

Muito para desaprender

Muito para evoluir

 

Ainda estou em processo

Não cheguei ao fim

Sequer sei se já cheguei ao começo

Mas, hoje, já posso afirmar:

Um dia, eu já temi a solidão

E só a temia por temer-me.

Presenças e ausências

Sabe quem não estava do meu lado na ceia de Natal e que deveria estar? Ninguém!

Aprendi a celebrar as presenças e não as ausências. Essa foi a minha maior lição no aniversário do Cristo. SEMPRE estamos com quem devemos e onde devemos estar, e tudo que precisamos para a nossa felicidade orbita ao nosso redor. Não é preciso fazer força ou insistir… Deus sabe de todas as coisas, inclusive do que precisamos aprender e vivenciar.

A vida é um grande exercício para a nossa fé. Um ótimo Natal para todos!!!!!

frases-de-deus

Na base da força

Só sei do que sentes

Porque entre um orgasmo e outro

Tua mente não faz mais nada

Além de se despir

 

Não que teu corpo nu revele pouco

Mas nunca quis só isso

E sabes bem disso

Pois minha mente para ti está sempre despida

 

O que eu quero tens por dentro

Mistura de perfume e veneno

Que aprendi a degustar, saborear

E que por por mais que eu me acostume

Queima-me sempre –

Onde jaz meu sistema imune?

 

Pudera…

Até eu estava cansado do meu azedume

Eu já não sentia graça como de costume

E tu estavas lá – Onde?

Nem eu sei

Mas me chamavas para voltar

 

E eu vim a força –

Na tua força, já que eu não tinha

Nada além do insuficiente

Para carregar minha carcaça carente –

Ardente, água ardente, aguardente

Sedento por amor, por vida

 

Vivo…

E ainda assim, castigo!

Longe ou perto, tanto faz

Sempre completamente despidos

Corpos e almas unidos

Por alianças e sonhos

Avassaladoramente eternais.

forca-de-vontade

Voando feito anjo

Eu conheço um anjo

Que vive em seu próprio tempo

E precisa dele para viver

 

Sua beleza é inequivocamente única

Sua inteligência fora do comum

Seus toques fazem tudo parar de doer

 

Sua presença ilumina, contamina

Enche-me de paz, de amor, de tudo mais

É a pura materialização da esperança

 

É como meu sexto sentido

Onde encontro acolhedor abrigo

Que faz minha alma ficar mais mansa

 

Mas mesmo este anjo parece sentir medo

E diante de algum desassossego

Recolhe subitamente as suas asas

 

Não deixa de ser um anjo, entretanto

 

As asas recolhidas são um sinal de força

Para que em seu próximo vôo

Possa ir além, absolutamente triunfal

 

Felicidade é seu nome e sobrenome

E este amor que deixa meu coração com fome

Também é, sem dúvida alguma, angelical.

anja

Para ouvir:

Like an Angel – Yngwie J. Malmsteen

I’ve been searching for you for so long
My life’s been sacrificed
I’ve been longing for truth
And now I have found all that in you

Like an angel you came to me
And now I see
The stranger in me is finally free
To feel true love

From heaven I knew you were born
On the wings of love you were brought to me
I’ve been longing for truth journeyed so far
To be with you

Like an angel you came to me
And now I see
The stranger in me is finally free
To feel true love

Like an angel you came to me
And now I see
The stranger in me is finally free

Like an angel you came to me
And now I see
The stranger in me is finally free
To feel true love