Quase me perco de mim

E me encontro

Quando te encontro

Em cada desejo

No safado gracejo

Que só a você faz rir

 

É automático

Sintomático

Intergalático

Nunca burocrático

O sorriso que brota

E que vai de porta em porta

Querendo se mostrar

Querendo fazer o mundo sorrir

 

É contagiante

Grande feito um elefante

Raro como diamante

Droga super alucinante

Que descobrimos juntos

E para qual não há antagonista

Que vicia e conquista

E faz parar o tempo

Nos nossos momentos

Atemporalmente únicos

 

Únicos…

 

Únicos…

 

Há temporais únicos.

amor1