Dia Internacional da Mulher

Bom dia, queridos amigos! Como não poderia deixar de ser, o Dia Internacional da Mulher é sempre especial. Convém lembrar, entretanto, que a sua sogra, a vizinha fofoqueira, e até sua ex-esposa também são mulheres. Então, é dia delas também. Não vai dar os parabéns?
 
Confesso que fiquei em dúvida em alguns casos. Hoje é dia do Thammy? É dia da Dilma? É dia do Jean Wyllys? Sei que podem parecer perguntas triviais, mas com chegada da ideologia de gênero, é bom ter cuidado. Você pode parabenizar alguém e levar um tapa na cara de volta. Ou mesmo magoar alguém que achava que era seu dia. Vai saber!
 
Deixando essa porcariada toda do lado, eu realmente gostaria de parabenizar as mulheres. Sejam e continuem a ser as maravilhas que Deus criou, com capacidades e habilidades para lá de sensacionais. Para ser pai, um homem pode precisar de apenas 30 segundos. A mulher, de 9 meses. E mesmo assim, a criança ainda nasce com a cara do pai (maior sacanagem isso). Sei que essa coisa de ser mãe parece ser algo meio batido, mas é porque de resto, há poucas coisas que as mulheres não conseguem fazer. Ok… Virar uma laje é coisa de homem normalmente, mas isso é apenas uma questão de força física. É importante? Sem dúvida alguma, mas homens não conseguem ser mães nem que queiram! Se você considera isso uma desvantagem, mulher, repense o assunto. Não há nada mais bonito na vida do que a maternidade.
 
Então, justamente por conta disso, aproveito esse dia para pedir que as mulheres continuem a ser femininas. Continuem se cuidando, se embelezando, e continuem precisando dos homens, da mesma forma que os homens sempre precisarão de vocês! Homens e mulheres são complementares. Só são inimigos na cabeça daquelas que acreditam que a campanha “SOS Mata Atlântica” tem alguma coisa a ver com criar ecossistemas em suas axilas ou partes íntimas.
 
Feliz Dia Internacional das Mulheres! CUIDEM-SE! VALORIZEM-SE! O mundo precisa de vocês!
 
Beijos e bom dia!
 
P.S.: Minha filha acabou de me pedir para matar um inseto que estava voando na sala. Essa menina vai longe!

 

wonder-woman

Feminismo, machismo ou achismo?

Durante anos, as mulheres brigaram bravamente pelo direito de serem iguais aos homens. Em alguns casos, foram capazes de superar os homens, o que não é mérito ou demérito para nenhuma das partes.

Entretanto, há algo errado aí… Afinal de contas, o objetivo era acabar com o machismo ou fazer valer o feminismo? Se o objetivo era ser igual, isso não implica necessariamente no ônus e no bônus dessa igualdade?

Depois de tanta luta para se tornarem iguais, me assusta ver mulheres apelando para o fato de serem mulheres para se livrarem de determinadas situações. Pior ainda… “Ele me usou!” Que merda de frase é essa? Em um mundo onde há igualdade, só acontecem coisas quando de comum acordo, certo? Quer dizer que a mulher vai junto com o homem para a cama e depois se faz de vítima? Faça-me o favor!

O mesmo digo dos homens. “Tenho medo de me apegar” ou  a clássica “Não estou em um momento para um relacionamento mais sério”. Que homem não corre o risco de se apaixonar por uma mulher querendo ele ou não? Se não deu certo, basta dizer que não deu certo. Simples assim.

Pois bem… Está na hora de trocar o disco. Homens e mulheres são iguais ou não? Que tal pensarmos neles como complementares? Não é isso que a natureza quis nos ensinar quando tornou necessária, na maioria esmagadora das espécies, um macho e uma fêmea para gerar a vida?

Chega de achismo! Homem ou mulher, tanto faz! E não, isso não impede que um homem continue abrindo a porta do carro para uma mulher entrar, e não dá direito à mulher de cuspir na mesa do bar.