Tudo ou nada

É…

Eu lamento…

Mas não vai dar para te amar do jeito que você quer.

 

Não dá para ser só nas segundas, quartas e quintas

Muito menos das 14:25 até às 19:52

Podendo esse horários ser estendido

De acordo com as fases da Lua.

 

Variações de temperatura

Também não podem ser consideradas

Afinal de contas, pensa bem…

O amor é para ser sempre quente.

 

Amor não é algo que se controla

Não é limitante ou limitado

Amor é entrega:

É tudo ou nada

E quando se tem meio amor

Não se tem nada.

InfinitAMOs

Que nunca se acabe

O nosso amor que cabe

Em uma casca de noz

E que feito elefante

É gigante

Azucrinante

Bem maior

Do que o universo

Bem maior

Do que nós

 

O nada nos define

Pois tudo somos

Tudo nos consome

Tudo consumimos

 

Eis o nosso paradoxo:

Será que realmente existimos?

E desta dúvida sempre rimos

Diante do quão infinitos

Que infinitamente somos.

silueta-de-una-pareja,-abrazar,-beso,-universo,-arte-digital-151893

Temperados

No calçadão da praia

Olhos nos olhos

Mãos e almas entrelaçadas

Excesso de tudo

Carência de nada

 

Completude de vida

Na acepção mais viva

Da viva palavra

Beijo sem igual

Abraço transcendental

Todo o resto virou pouco

E virou tudo

O que era pouco mais que o nada

 

A declaração de amor

A entrega irrestrita

Os sorrisos que declaram

Muito mais do que as bocas falam

 

E o mar a olhar

O júbilo que nos faz levitar

Nosso amor é a pimenta da terra

Que tempera na medida certa

Que faz rir

E faz chorar

Plenitude do ser

Do viver

Do querer estar.

casal-free-2-350x230

Desobvializando

Não espere de mim o óbvio

O óbvio está em todos

Em todas as esquinas

Não quero ser só mais um

 

Para deixar claro:

Se for para ser mais um

Não faço questão de ser nada

Sei e não abro mão do meu valor

 

Ando cansado desses jogos

Dessas coisas babacas do amor

Perde-se tempo em disputas inúteis

Onde nunca há vencedores

 

O amor é para ser sentido

E não para ser raciocinado

Se cada passo é calculado

Pode ser tudo, menos amor

 

Amor é liberdade

É asas, é sonhos

Não tem nada de óbvio

E por isso eu amo.

images

Entre o tudo e o nada

Eu me lembro de tudo

Não me esqueço de nada

Isso não era para ser um problema

Mas passou a ser

 

Quando tudo e nada

Se misturam e se confundem

Há meio termo eficaz?

Há algo que se possa querer?

 

Eu errei, eu sei

Nunca soube me omitir

Sempre falei mais do que esperado

E sim: sempre foi por querer

 

Forcei alguma reação

Que fosse um tapa na cara

Um chute no saco

Algo para realmente doer

 

Porque na minha vida

O contrário do amor

Nunca foi o ódio

Mas a indiferença do não dizer

 

Hoje, entre o tudo e o nada

Tento respirar,sobreviver

Se tudo realmente fiz, me calo:

Não há nada o que fazer.

nada em tudo