Feliz Natal – 2019

São 21h48, e eu estou em casa, no ar condicionado, pensando no que aconteceu nos últimos dias. A chuva cai pesada, e toda vez que ouço e sinto o cheiro de chuva, percebo que é o momento perfeito para refletir, meditar.

Esse fim de ano tem sido bastante incomum. Tenho revisto amigos de 30, 40 anos atrás… Tenho sido constantemente relembrado de quem eu sou, de quem eu era… E fiquei surpreso, literalmente, com a memória das pessoas.

Sei que quem bate esquece e quem apanha nunca esquece, mas Deus resolveu me dar de presente de Natal momentos em que eu fiz a diferença na vida das pessoas. Momentos nada extraordinários (sob minha visão), mas que serviram de alguma forma para amenizar a dor dessas pessoas, sobretudo em momentos extremamente difíceis.

Eu não vou entrar em detalhes (são desnecessários), mas os presentes que recebi não foram ouro ou prata, mas reconhecimento pela amizade, pela lealdade, por tudo que sempre entreguei na vida das pessoas sem pensar duas vezes, sem pensar se eu poderia me beneficiar daquela situação de alguma maneira. Coisas que entreguei de coração.

Durante essa caminhada, houve momentos em que eu disfarçava e ia chorar no banheiro. Não por estar triste ou algo assim, mas por perceber que Deus me deu um dom único, inequívoco, que é o de tentar fazer o bem não importando a quem. Essa é a minha missão. Esse é o meu super poder (quem me lê habitualmente sabe muito bem o que quero dizer com isso).

Escrevo isso com orgulho porque sou cristão, mas também com certa dor por perceber que em N momentos eu me negligenciei em função de terceiros, quer seja pessoas que eu amava ou sequer conhecia. Essas coisas não eram e não são forçadas: são a minha natureza. Eu abro mão de mim pelos outros. Babaca? Ok… Respeito a sua opinião.

Então, nesse Natal, ao invés de pedir… Aliás, vou pedir: quero que Deus me dê mais do mesmo. Quero agir em nome Dele, na certeza de que tudo mais me será acrescentado. E por mais que esse texto parece um tanto quando presunçoso, a grande verdade é que sinto profundo ORGULHO de já ter me feito presente na vida de gente que precisava infinitas vezes mais do que eu. E sei… E como sei… Que Deus será generoso o bastante comigo para me acudir e acolher diante de minhas privações.

O mal não me alcança. As flechas me erram. Não porque sou especial, mas porque reconheço a minha pequenez diante da imensidão das obras de Deus. Há um cara “lá em cima” que me usa, entenderam? E o meu maior prazer é servi-Lo. EU SOU UM SERVO DE DEUS!

Que Deus continue, nesse Natal e no ano de 2020 que se aproxima, a fazer de mim um instrumento para tornar a vida das pessoas um pouco melhor. Eu descobri que é isso que me faz ser uno com o meu criador. E que assim seja!

FELIZ NATAL! Que Deus nos abençoe e que nos lembremos SEMPRE de que nosso principal objetivo na Terra é SERVIR, e que por mais que caiam lágrimas por sobre a nossa face, estas são doces diante do quanto o Cristo sofreu na cruz por nós.

Um agradecimento especial a Minha Mãe Nessa Senhora de Fátima. Se Deus a escolheu para trazer seu filho unigênito, não há como não pensar que essa é a mulher mais sagrada e pura que já existiu.

Presenças e ausências

Sabe quem não estava do meu lado na ceia de Natal e que deveria estar? Ninguém!

Aprendi a celebrar as presenças e não as ausências. Essa foi a minha maior lição no aniversário do Cristo. SEMPRE estamos com quem devemos e onde devemos estar, e tudo que precisamos para a nossa felicidade orbita ao nosso redor. Não é preciso fazer força ou insistir… Deus sabe de todas as coisas, inclusive do que precisamos aprender e vivenciar.

A vida é um grande exercício para a nossa fé. Um ótimo Natal para todos!!!!!

frases-de-deus

Neste Natal

Não presenteie

Seja presente

Não ouça

Escute

Não fale

Declare-se

Não mande entregar

Entregue-se

Não esteja

Seja

Não fuja

Assuma

Não espere

Seja esperança

Não precise

Seja necessário

Perdoe

Seja perdão

Sorria

Faça sorrir

Chore

Enxugue lágrimas

Não espere

Avance

Não minta

Sinta

Arrisque

Alcance

Erre

Siga adiante

Caia

Levante-se

Perca-se

Encontre-se

Ame-se

Entregue-se

Seja sincero

Confronte-se

Não seja saudade

Seja presente lembrança

Não ame pela metade

Seja a diferença na vida de quem você ama

E que acima de tudo, neste Natal, você viva e sinta em abundância.

A vida é muito curta para que não ser curtida.

1

Save

E então é Natal…

O ano de 2015 foi atípico. Vimos milhões de brasileiros perderem seus empregos, empresários fecharem seus negócios e empresas importantes deixarem o Brasil, enquanto o governo continuou, como sempre, a esbanjar o nosso dinheiro.

Não foi por falta de aviso. Desde 2004 ou 2005 (não me lembro ao certo), eu e vários outros combatemos o PT e suas medidas populistas, que sempre tiveram como único objetivo a manutenção do partido no poder. E para alcançar esse objetivo, sempre valeu qualquer coisa: deixar pessoas morrerem nas filas dos hospitais, mandar policiais para missões suicidas, e aparelhar o nosso Judiciário ao ponto do STF não se importar com o que está escrito na Constituição Federal. Total e completa inversão de valores.

Mas parece que ainda não foi o bastante. Apesar de todo esse sofrimento, ainda vejo pessoas defendendo o PT. Vou ser direto. Classifico essas pessoas em 3 grupos:

  1. Ignorantes – Aqueles que, em geral, acham que política é algo chato, mas que reclamam do aumento do preço da gasolina, de não receber o décimo-terceiro salário, etc. O agravante neste grupo é que a informação para que deixem de ser ignorantes é abundante. Continuam sendo ignorantes porque as palavras doces do populismo e do socialismo soam como música nos ouvidos dos desavisados. Incluo nessa categoria também os mais humildes, que nunca tiveram acesso ao estudo, à informação, e que foram literalmente comprados pelo Bolsa Família.
  2. Beneficiários do Caos – Estão se beneficiando diretamente do que está acontecendo. Para eles, o caos é um meio de vida. Pobreza, preconceito de todos os tipos e violência são males necessários para que o caos continue. São os grandes vilões de toda essa história. Via de regra, um Brasil melhor significa um Brasil pior para eles. São o câncer do país.
  3. Orgulhosos – São aqueles que dedicaram uma vida inteira a uma causa, e que mesmo diante de seu fracasso, se negam a reconhecer a falência de suas idéias. Não são ignorantes, não se beneficiam diretamente do caos, mas não são humildes o suficiente para reconhecerem que estavam errados.

Talvez seja possível dividir em alguns outros grupos ou subgrupos, mas a idéia básica é essa: os Beneficiários do Caos se beneficiam da ignorância dos Ignorantes e do orgulho dos Orgulhosos para nos darem mais do mesmo. Sistematicamente mais do mesmo.

Não. O ano de 2016 não será melhor do que o ano de 2015. Será pior. Todos os indicadores econômicos apontam para isso. Não há um único número que aponte que já chegamos ao fundo do poço (ainda há espaço para piorar) e muito menos algum número que indique que estamos saindo do poço. Portanto, estejam preparados, de verdade, para o pior. O pior está a caminho, e eu posso dizer que eu avisei.

E então, já que á Natal, eu gostaria de fazer um único pedido para Papai Noel: que Deus ilumine e tenha piedade do povo brasileiro, para que ele se dê conta que a saída da crise não está nas mãos dos políticos, mas em suas próprias mãos. E mais: que Deus, que é misericordioso e também justo, nos ajude a afastar os demônios que estão devastando o nosso país. Que faça de cada brasileiro um soldado nessa guerra contra as trevas, na certeza de quem o bem SEMPRE vence o mal.

Um Feliz Natal para todos!

papai-noel