Vim trazer verdades 13

A maior covardia que existe é acusar um ser humano ou imputar a ele fatos e comportamentos percebidos como inadequados, e condena-lo sem dar a ele chance de ampla defesa. Quem assim procede por livre e espontânea vontade o faz apenas para tentar justificar ou esconder os reais motivos do julgamento. Uma condenação sem direito a defesa é uma confissão das más intenções de quem julga. É um ato desesperado de pura e cruel covardia.

Diga-me!

Nesse momento, não preciso de metáforas, metonímias, catacreses, perífrases… Quero abundantes hipérboles, pleonasmos e anáforas. Quero que as palavras rasguem meu corpo feito navalhas. Quero que jorrem sangrentas obviedades. Quero purgar a realidade. Quero olhar nos olhos da verdade.

Diga-me! Não importa se nascerão deuses ou demônios! Diga-me!

E ainda que eu vire pó, do pó ascenderei ao céu

Não sei se como vítima, juiz ou réu

Meu coração não sabe ficar ao léo

Diga-me! Antes que uma surdez catastrófica me reclame!

Diga-me! Não espere que eu clame! Diga-me!

Ou não diga… E não direi também.

megafone

Save