Brasil, em um futuro não muito distante

– Está aberta a sessão do STF. Vamos acelerar porque o Ministro Beira Rio, relator do processo, ainda está em regime semi-aberto.
– Presidente Mar de Cola, demais Ministros, são muitos volumes e o conteúdo é chato. Quem pagou mais pela súmula?
– Foi o PSDBelho, Ministro Beira Rio.
– Obrigado pela informação, Ministro Chapinha. Suas intervenções são sempre cirúrgicas.
– Eu gostaria de lembra-lo, Ministro Beira Rio, que o PTelho se mostrou disposto a cobrir qualquer oferta.
– Estamos cientes disso, Ministra Maria do Broxário. Parece que o PSOLolto vai entrar com embargos de qualquer maneira. A venerável Ministra sabe o que preço sobe, não?
– Eu falo em nome do PSOLolto e de todos que estão por detrás de mim!
– Ministro Jeanus… Não é preciso cuspir para falar! O senhor tem alguma oferta para fazer com relação a essa situação?
– Não falo nada enquanto não me mudarem de lugar! Até hoje não entendi o porquê de eu ter que me sentar ao lado do Ministro Bolseiro!
– Questão de ordem, Senhor Presidente… Está no regimento interno que órgão excretor não reproduz!
– Ministro Bolseiro, dadas as devidas vênias, o senhor pare de rir de minha pessoa! Eu estou aqui trabalhando! O meu salário aqui é igual ao de um professor universitário. Eu não precisaria estar aqui por dinheiro.
– Ordem! Ordem! Como vota o Ministro Edir Placebo?
– O voto não é meu! O voto é de Deus! É preciso agrada-lo para que o voto saia de acordo com seus interesses. A pergunta permanece… Quem vai pagar mais?
– Companheiros Ministros, eu nem ia me manifestar, mas o companheiro Ministro Lucrécio Neves acabou de cheirar parte das cinzas da D. Laísa…
– Mas o que que é isso? O que que é isso?
– É gópi! É gópi! É gópi!
– Acalme-se, Ministra Cabrita!
– A Ministra Cabrita não merece ser estuprada!
– Ministro Tomás Turbando, como o senhor vota?
– Calma, senhor presidente… Estou quase chegando lá… Eike delícia!
– Dado o adiantar da hora, sugiro que a sessão seja suspensa. Voltamos em 4 anos?
– Ou se dobrarem a oferta e acabarem com o RDD!
– Perfeito, Ministro Beira Rio. Será servido um coquetel com todos os tipos de drogas no salão ao lado. Lembre-se que as prostitutas devem ser pagas com o auxílio moradia. Os de pijama são os militares. Não precisam se incomodar com eles. Estão aqui para garantir a nossa segurança. Declaro encerrada a sessão.

protesto-usp-maconha-policia-20111027-05-size-598

Esposa de Moro cria página no Facebook em apoio ao juiz

Força para o Moro e toda sua família!

Paulo Angelim


Rosangela Moro, esposa do mais querido e aplaudido juiz federal do Brasil, tomou uma decisão corajosa. Criou uma página no Facebook para compartilhar as várias mensagens e manifestações de apoio e agradecimento que chegam a ele, de todo o Brasil.

Meu convite é que façamos desta a página mais concorrida, curtida e compartilhada, numa demonstração clara do quanto o Brasil apoia seus verdadeiros heróis, aqueles que com retidão estão devolvendo a esperança e dignidade ao povo brasileiro.

E que um dia, depois de sua missão cumprida na Lavajato, o Juiz possa alçar voos maiores em sua cruzada contra a corrupção, imoralidade e indecência neste nosso Brasil.

Curta a página: https://www.facebook.com/Eu-MORO-com-ele-1559415367683480/

Ver o post original

Um retrato do STF

Um ministro que se nega a dar explicações, e que anuncia que não há espaço para recurso antes mesmo de tomar conhecimento dele.

Lewandowski: VERGONHA!

http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2015/12/decisao-do-stf-sobre-impeachment-nao-gera-duvidas-diz-lewandowski.html

http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/cultura/o-cinismo-de-lewandowski-sobre-o-voto-de-barroso/

bandeirarasgada

O povo brasileiro é corno assumido

Na semana que passou, vimos um episódio digno de filme: marido traído pega esposa em flagrante no motel com seu melhor amigo (ou alguma variação disso). Tudo gravado em vídeo e distribuído pela Internet de todas as formas possíveis e imagináveis.

Criaram páginas no Facebook. Algumas, para dizer que a Fabíola é piranha e que o marido é corno. Outras, para dizer que toda mulher, mesmo casada, tem direito a trair porque é dona de seu corpo. Outras ainda, para dizer que não haveria polêmica se no lugar da Fabíola estivesse o seu marido. Enfim…

Tirando o lado curioso típico de todo ser humano, muito me espanta que algo tão “vida alheia” tenha tomado conta de pelo menos metade das publicações do Facebook na semana passada. E enquanto discutíamos quem podia comer quem, quando e onde, a PF fazia todo o tipo de operação contra o PMDB (menos contra o senador Renan Calheiros, por motivos óbvios), e o STF assumia de vez que nada mais é do que um tribunal bolivariano.

Se você não entendeu essa minha última frase, é bem provável que tenha passado os últimos 13 anos de sua vida, quiçá sua vida inteira, achando que política, religião e futebol não se discutem. Talvez ache um saco o que está lendo nesse texto, mas tenho certeza de que está sentindo na pele, de uma maneira ou de outra, o quanto o governo do PT está destruindo a sua vida.

E o que você faz quanto a isso? Cria páginas no Facebook? Conversa com seus amigos sobre o assunto? Tenta entender um pouco mais sobre o assunto? Não… Melhor falar da Fabíola.

O povo brasileiro é corno assumido. O governo nos trai em todos os níveis e o povo finge que não vê. Tenho certeza que o governo está muito feliz com tudo isso.

Até a próxima traição, pessoal! Ao vivo e em 4K!

Tem dúvidas de que lado a Globo está?

Não é do lado dos brasileiros, posso garantir. Não que o PSDB seja o partido perfeito, mas dar a entender que o líder do governo no Senado Federal não é petista é abusar da inteligência até de quem não a tem!

A imagem fala por si só.

Delcidio

Fonte: http://oglobo.globo.com/brasil/delcidio-amaral-mais-tucano-dos-petistas-18135274

Há um erro grave nessas manifestações!

Desde Junho de 2013, a população brasileira vem dandos sinais claros de que está insatisfeita com a presidente da república e com os rumos traçados pelo PT para o Brasil. Essa indignação é clara e inequívoca. Manter-se no governo com apenas 7% de aprovação seria algo inimaginável em qualquer país, mas acontece no Brasil. Tudo de pior acontece por aqui em se tratando de política.

O que o povo espera de Dilma? Uma renúncia! Isso é algo simples. Ela só precisa dizer que quer sair. Ela vai fazer isso? Todos sabemos que não. Não só ela não quer como o próprio PT não quer. O nos que resta, então?

Resta o impeachment e a cassação, ambos democráticos e previstos em lei. O impeachment seria fazer Dilma deixar de ser presidente, e a cassação seria invalidar a sua candidatura para a presidência. Processos diferentes, por motivos diferentes, que poderiam culminar na sua retirada da presidência e até mesmo na extinção do PT. Mas por que isso não acontece? É nisso que quero focar.

Não são processos rápidos e indolores. Dependem da aprovação maciça da população (o que já existe) e de uma articulação política muito forte do Congresso Nacional.

O que eu vejo? Eduardo Cunha se rebelando contra a Dilma por conta de ver seu nome envolvido na Lava Jato, e Renan Calheiros se aproximando da Dilma, talvez pelo mesmo motivo. Eduardo Cunha posando de bom brasileiro no sentido do confronto e Renan Calheiros posando de bom brasileiro no sentido da conciliação. Qual o resultado prático disso até agora? Algumas derrotas para o governo e tal, mas o mal continua lá. O mal são a Dilma, Lula e o PT.

E o tal PSDB? Eu fiz campanha para o Aécio em 2014. Se eu sou tucano? De maneira alguma. Queria tirar o PT do poder. Ainda quero. Meu voto foi pragmático. Aliás, de lá para cá, quer seja através do Aécio ou mesmo do FHC, o PSDB se mostrou conivente com tudo que está acontecendo. Em inúmeras situações, colocou panos quentes e chegou ao ponto de endossar para o STF mais um membro da quadrilha do PT. Basta acompanhar os noticiários. Fazem jogo de cena o tempo todo!

E as urnas eletrônicas? Provavelmente, fraudadas. Não tenho como afirmar com certeza, mas os processos movidos contra a empresa que frabrica as urnas e a presença de um ministro com “notório saber jurídico” indicado pelo PT na presidência do TSE permitem que qualquer um duvide dos resultados do pleito. Há ainda o detalhe que que as urnas não passaram por qualquer tipo teste público em 2014 para verificar a sua segurança. Tudo isso com o aval do TSE. Tudo isso com o aval dos partidos, que só se manifestaram sobre uma possível fraude depois que o processo eleitoral havia terminado.

E as Forças Armadas? Tenho muito orgulho das FFAA, mas nesse momento, todos os oficiais de alta patente parecem estar adormecidos. Literalmente de pijamas. Os motivos? Não sei, mas é como os percebo. Inércia total e completa submissão aos mandos e desmandos da presidência, como deveria ser constitucionalmente em uma situação normal. Estamos em uma situação normal? Eu creio que não.

O que nos resta, então? Pressão no Congresso Nacional! É lá que as coisas acontecem! É lá que as coisas precisam acontecer! Em um país onde a sexualidade é mais importante do que saúde, educação, segurança e saneamento básico, realmente fica muito difícil. Por que políticos como Maria do Rosário, Jean Wyllys, Manuela D’Ávilla e outros são levados a sério, enquanto um Bolsonaro e um Caiado da vida são logo ridicularizados e estereotipados? Não consigo entender.

Enfim… Meu ponto é que a queda da Dilma é um processo que deve ser parte de nossa pauta diária. Quando um Jean Wyllys da vida vier falar de homofobia, o negócio é cortar o assunto perguntando ao nobre deputado: “Sendo eu gay ou não, como vou pagar as minhas contas com a situação do jeito que está? Por que o senhor finge que não acontece nada além de homofobia no Brasil?” E isso não é válido apenas para o político que mencionei! É válido para todos! Eles precisam saber que defender minorias ou criar minorias para depois defendê-las não é prioridade da população brasileira. QUEREMOS O NOSSO PAÍS DE VOLTA! É tão simples quanto isso.

Agora, se você vê sentido no que eu falei, lamento, mas você é parte disso tudo. É por conta de aceitar a agenda que o governo impõe à população, quer seja diretamente ou através da mídia, e embarcar de cabeça na defesa de causas que não são prioritárias, é chegamos aonde chegamos. E que fique claro que não chegamos ao fundo do poço ainda, mas podemos em breve chegar. É questão de tempo.

Que os brasileiros salvem o Brasil! Só depende de nós. Manter a pressão nas ruas é necessário, mas é no nosso dia-a-dia que podemos fazer toda a diferença.

Acorda, impávido colosso!